Sou gay, quando eu morrer continuarei a ser gay também?

É importante ressaltar que a nossa visão aqui sobre a morte é mais avançada do que o espiritismo e as outras religiões bobocas, também é importante lembrar que o conhecimento mostrado aqui é baseado em relatos de EQMs e TVPs, eu particularmente nunca tive uma experiência dessas para lhe garantir o que seja ou não a morte, portanto fique livre para discordar.

Respondendo a pergunta sobre se as pessoas que eram gays na terra chegam no mundo da dimensão x (mundo dos mortos) gays também.

Não, pelos relatos vemos que muito do que sentimos aqui na terra se deve às condições biológicas que o corpo do seu animal escolhido aqui herdou. A sua personalidade real influencia mas a dominância da sua personalidade química/hormonal pode se sobressair mais do que a personalidade da sua consciência fora do corpo. Nesse corpo você sofre tempestades hormonais que moldam a sua personalidade, por isso, quando estamos na dimensão x achamos que qualquer desafio na terra será uma baba sendo que na verdade acabamos nos estrepando quando estamos nesse corpo pesado e dolorido.

Quando se vai nascer, parece haver algumas coisas que você pode escolher de forma planejada, uma delas parece ser a sua sexualidade, se você escolhe ser gay, irá ter um corpo de homossexual, mesmo que a ciência na terra ainda não tenha descoberto com 100% de precisão o que difere um corpo de um gay de um corpo de um homem não gay, porem na dimensão x isso é pra lá de manjado e planejado.

Na dimensão x as pessoas não precisam usar pinto, buceta e cu para delimitarem a sua “sexualidade”, na verdade o termo mais adequado para as mentes que moram na dimensão x não seria “sexualidade” pois elas não precisam fazer sexo mas sim “personalidade”, cada um de nós lá nessa outra dimensão tem uma personalidade, uma personalidade pode se identificar melhor com um corpo masculino na terra, outra pode se identificar melhor com um corpo feminino, geralmente os espíritos mais espertos optam por escolher um corpo parecido com a sua personalidade por padrão, isso por simples comodidade, é tipo escolher um calçado ou um carro, se você tiver dinheiro e ponderação, irá escolher o modelo mais confortável e conveniente a você. É como aquele brasileiro que por comodidade , quando vai viajar para outro país distante do seu, decide ir para Portugal só para não ter sacrifícios em aprender uma nova língua.
Ele está errado por fazer isso? Não! A escolha é dele.

O que gera confusão é que muitos seguidores do kardecismo acham que a pessoa que nasce gay é porque foi muitas vezes uma mulher na outra vida e agora não aprendeu usar o corpo deixando restos da sua personalidade passada.

Pelo o que eu pesquisei, o simples fato de você ser muito de um sexo em outras vidas e mudar nessa, não faz necessariamente você nascer viado, eu já vi casos de mulheres extremamente másculas , que gostam de futebol e com hábitos masculinos serem heterossexuais e gostarem de homem, mesmo tendo sido em outras vidas um rapaz, o jeito de macho ficou mas o gosto sexual é compatível com o seu corpo de mulher.

Muito machão homofóbico, skinhead por aí, já deve ter chupado muita rola no passado de todo tipo de homem e nem se quer lembram disso. Coitados…

Eu também já conheci um caso muito interessante naquela época do velho oeste americano: uma donzela quando era rica e precisava viajar, os seus pais sempre pagavam a determinados cowboys bons no manejo de armas e confiáveis para serem seus guias e guarda costas durante as longas viagens, mais ou menos parecido com o que as transportadoras de valores fazem hoje em dia com os seus carros-fortes, cada um desses cowboys tinham que gostar do que faziam, ser honrados, conhecer muito bem armas e estarem prontos para darem a sua vida em nome dos seus contratantes, ou seja, não é papel de um papel a ser interpretado por pessoas delicadas. Um desses cowboys era o mais conhecido na sua região por sua braveza e seu gênio forte, era homem que não levava desaforos para casa e tinha um ajudante.
Então esse homem foi incumbido de levar uma donzela e uma quantidade de dinheiro até uma outra cidade, passando por lugares muito perigosos e cheios de ladrões, a donzela meio que se apaixona pelo seu guardião e não fala nada, o seu guardião também parece gostar dela mas põe a sua honra e seu orgulho em primeiro lugar sem deixar demonstrar sentimentos por ela, então eles passam por um lugar onde tentam assaltar a carruagem da donzela, houve muita briga e tiros, ele levou um tiro no braço, já o seu ajudante acabou morrendo, mesmo assim ele cumpriu com o seu objetivo de levar a moça sã e salva à outra cidade, a moça queria ajudá-lo para curar o seu ferimento mas o homem bruto que era e orgulhoso não quis e ainda se ofendeu com isso, mostrará certa tristeza também por ter perdido o seu ajudante mas mesmo assim era duro feito uma pedra.

Pois bem, o tal cowboy honrado e valente , com essa profissão, chegou ao fim da sua vida mais cedo do que o normal , ele jamais tinha revelado o seu amor por aquela moça que um dia ajudou a transportar , embora pensasse nela. Na morte (na dimensão x que eu tanto falo) a sua alma era de uma energia super feminina, terna e bondosa , ela disse que no corpo daquele homem tosco e másculo que foi, aprendeu a lição da honra e do carácter mas se chateou por não ter aberto o seu coração mais para as pessoas.

Ou seja, qualquer kardecista pensaria que o tal cowboy teria sido macho por muitas vidas e que sua alma seria extremamente masculina escolhendo para seu equilíbrio, nascer no corpo de uma mulher, provavelmente sendo uma lésbica. O espírita parece crer que a pessoa é gay por não ter assimilado direito o corpo que tem em comparação ao que tinha e não é bem assim.

A pessoa que nasce gay escolheu ter um corpo que desempenhasse o papel de homossexual por algum motivo geralmente pedagógico, ela não virou gay simplesmente por ter pouca prática em manusear o seu novo corpo masculino. Você poderá ver muitos homens que são extramente femininos por terem tido muitas vidas como mulher mas eles não serão homossexuais se escolheram ser hetero, eles terão um jeito de mulher mas sentirão tesão por mulheres como um homem comum. A mesma coisa para as mulheres masculinas, eu conheço algumas que são masculinas e que foram machos na vida passada mas nem por isso são lésbicas. Ou seja, o jeito pode ficar igual mas o gosto é comandado pelo corpo que habita. Por isso eu concluo que sexualidade da pessoa é responde aos instintos da sua carne e não do seu espírito. Muitas pessoas que fizeram TVP relatam que o maior desafio na vida é vencer a vontade do cérebro de carne , ele muitas vezes quer uma coisa e a nossa consciência sem corpo quer outra coisa ou mesmo nem liga para aquilo que o cérebro quer.

Geralmente gays são almas que querem aprender, sei lá por que, como é ter uma vida sem paparicos ou também são almas que se sentiram culpadas em arrastar multidões para uma perda de tempo, provavelmente o cidadão que é gay e que gosta só homens heterossexuais, tenha nascido não querendo ter mais a responsabilidade levar pessoas ao engano, o gay que nasce assim provavelmente não quer mais se responsabilizar por ninguém, afinal, como diz o ditado: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Eu não estou aqui dizendo que todos os gays nascem sem carisma, eu estou dizendo apenas que nesse mundo, para gays é muito mais fácil cair-se no esquecimento total ou não ser levado a sério quando se é gay.

Vejam meus caros, um homem que é heterossexual e bonito e uma mulher que é heterossexual e bonita, são como ímãs, pessoas assim têm um alto poder de influencia sobre os outros naquilo que falam e fazem, querendo ou não, o que elas falam e fazem pesa mais na vida das pessoas, seja para o bem como para o mal. Quantos casos de suicídio e morte são gerados diariamente por casos de traição entre heterossexuais. Veja que pelos lindos olhinhos azuis de um jogador alemão eu fui capaz de me endividar todo para atravessar o atlântico sem saber falar inglês ou alemão!!! Olha só que responsabilidade e potencial para gerar culpa isso tem! E se eu tivesse morrido e deixado minha mãe puta sem ninguém para cuidar dela doente de um AVC na cama? E se eu tivesse sido preso? E se eu tivesse sofrido um acidente de carro num país onde eu não sei falar nem duas palavras?
Se a alma desse cara é bondosa e chega na dimensão x, será que ela não se sentiria culpada por causa daqueles lindos olhos azuis terem arrastado um cara infeliz com uma mãe doente para uma situação de desgraça total? Certamente se sim, a pessoa iria querer nascer de uma forma que não tivesse poder de atração mais sobre ninguém, ou seja, nasceria de uma forma que as pessoas não valorizassem mais para poder se ver livre da culpa. E tem mais, quando eu me apaixonei por esse cara de olhos azuis em 2014 eu estava pela primeira vez tentando esboçar fazer uma faculdade que tanto fui aconselhado a fazer, mesmo estando velho, por causa da tal paixão pelo alemão, acabei ficando deprimido e abandonei de vez a possibilidade de fazer um curso superior, vejam só. Se você fosse uma alma, você se sentiria bem em ter provocado isso a alguém mesmo que sem saber? Quanto será que eu não planejei antes de nascer, fazer essa bendita faculdade?

Vocês já devem ter notado que eu mostro nesse blog o quanto falta de importância dos outros à minha vida: não recebo whatsapp de ninguém, compro um celular e fico 4 anos sem receber ligações de pessoas reais por motivos de amizade, nas redes sociais mal tenho amigos e os que tenho nem curtem nada do que eu posto, sou incapaz de fazer sucesso em qualquer coisa, meu canal no Youtube é um exemplo de fracasso, ou seja, a minha vida não conta para ninguém, quando estou numa roda eu tenho que repetir 10 vezes aquilo que quero falar para alguém ouvir mesmo assim sempre alguém me corta e fica por isso mesmo, ninguém perderia o seu preciosos tempo fazendo algo por mim, ou seja, talvez fosse exatamente isso que eu procurasse antes de nascer! Uma pessoa que ficou com pena do estrago que causou na vida dos outros pediria exatamente isso, nascer de uma forma que seria praticamente impossível fazer alguém cometer um erro por sua causa, como? Nascendo gay, feio, negro, pobre, sem intelecto, preguiçoso e ainda por cima gostando só de heteros, num lar de uma prostituta , ou seja, todas as minhas “asinhas” para fazer alguém sofrer foram cortadas. Eu posso xingar uma pessoa de qualquer coisa que ela não se ofenderá pois ela saberá que eu sou digno de pena. Pode ser que o motivo de eu reclamar tudo por isso, seja na verdade uma dádiva , afinal uma pessoa como eu morre e não terá muita culpa por nada, afinal não teve poder de fogo para ferir ninguém. O mesmo eu já não digo do cara alemão que eu gostei… Eu não sei se existe atenuantes.

Isso tudo é causado pois quando morremos sentimos cada dor, infelicidade e sofrimento que causamos a outros seres vivos, por isso hoje em dia eu tenho medo até de comer uma folha de alface. Procuro recorrer a situações dolorosas só em ultimo caso já para não dar merda. Não é diabo, não é deus nem nada que fará você querer ficar na merda mas sim a sua culpa, ela irá lhe doer muito, não de uma forma física mas sim de uma forma moral, é tipo descobrir que aqueles números que você iria jogar na mega-sena e que não jogou porque teve preguiça de jogar, foram sorteados e com eles você poderia ter ganho R$ 200 milhões, é essa sensação 10 vezes ampliada…

Por tudo explicado aqui eu chego à conclusão que gays como eu pediram uma vida de mosquinha de banheiro justamente para se verem livre do poder de levar os outros a cometer atos infelizes. O gay como eu provavelmente decidiu nascer sem ter responsabilidade por ninguém pois na vez que teve esse poder magnético que todo hetero tem, se sentiu muito mal por ter feito outras pessoas saírem de sua agenda pessoal em prol de um mal caminho. Talvez por isso eu não faça sucesso com nada que envolva pessoas, nada mesmo! Talvez seja algo preventivo. A minha missão é mais que clara que não é ser influenciador digital, muito menos ser a Madonna. A minha missão é ser a mosquinha de banheiro.

Bom, é para isso que as experiências de EQM e TVP apontam e com isso não sabemos o bicho que realmente somos do outro lado.
Eu só espero nunca mais voltar para essa merda de vida. Não quero mais ter culpa de nada pra depois querer voltar fodido igual ao que me fez sentir culpa. Chega!