Só faz sucesso quem é sexualmente satisfeito…

Só faz sucesso quem é sexualmente satisfeito…

Eu sempre quis ter uma vida “escadinha”. E como é que é uma vida em formato de “escadinha”?
Uma vida “escadinha” é assim: você faz uma ação hoje que amanhã lhe possibilitará ter mais poder, por exemplo, você estuda para ter um emprego, depois que tem o emprego, faz uma faculdade para ter um cargo melhor, depois que consegue o cargo melhor, aprende uma língua diferente para ter um cargo ainda melhor , aí nesse cargo melhor você conhece pessoas com quem você gosta de fazer sexo e por causa delas você é recompensado ganhando posições ainda melhores e com o tempo a sociedade inteira lhe acha um “cara legal” e lhe oferece mais coisas para você poder subir em troca de uma habilidade que foi dada visibilidade por uma pessoa lá atrás que tinha carisma que mandou você pra frente.

Muitas pessoas na história tiveram misteriosamente uma vida “escadinha”, entre elas Hitler, Neymar, Justin Bieber, Celine Dion, Lady Gaga, Sergio Moro, Jair Bolsonaro, Felipe Neto, Ayrton Senna, Michel Temer, Jojo Todynho, Xuxa, Mara Maravilha , enfim, muitas pessoas tiveram a vida em formato de “escadinha” com um degrau levando a outro mais acima. Nessa lista de pessoas eu não vi nenhum que tivesse a vida sexual anulada contra a vontade…

No meu emprego por exemplo, eu tou lá a alguns anos, gente que tinha um fogo e que era sexualmente ativa e requisitada, subiu até mesmo sem precisar fazer processo seletivo, gente que entrou “ontem” já havia subido e conseguido o que eu queria a anos. Me dá até mais vergonha do que eu tenho em viver, todo mundo é melhor que eu!

Quando eu tento fazer a “escadinha” em minha vida, no final dá tudo errado, aí eu insisto, insisto e só termino arrumando inimizade e confusão… Eu tento aprender alguma coisa nova mas a tristeza de não ter a minha afetividade atendida me faz esquecer rápido de tudo e não querer mais estudar, por isso eu não acabo me saindo bem em estudo nenhum, depois de três dias sem uso do que eu aprendi, eu já me esqueço de absolutamente tudo e mesmo assim, quando eu consigo a proeza de me lembrar o que me foi ensinado, lá na frente, uma porta se fecha pra mim, inexplicavelmente não dá certo. Eu nunca consigo crescer em nada.

A vida toda eu sempre gostei de ver aqueles prédios bonitos como o do condomínio das Perdizes na Barra Funda e semelhantes, quando eu vejo lugares assim eu me pergunto: o que as pessoas fazem para conseguirem ter tanta força econômica assim? São juízes? Têm a vida sexual e afetiva satisfeita? Meu pai! Eu nem sei por onde começar para ter uma vida assim!
Eu que hoje em dia moro num lugar horrível, fedorento, que toca som alto no talo com uns forrós medonhos de ruim, a partir das 23h00, além disso tem a finura da lage da minha moradia que me faz escutar uma criança ficar pulando feito um cavalo das 00h00 em diante com nenhum adulto para repreendê-la, e o pior, todo mundo não faz nada, acha normal!

Ainda ontem eu vi uma mulher heterossexual cis, branca, brasileira, casada e que mora na Alemanha, numa rede social reclamando que domingo lá é um silêncio que dá até para escutar a própria respiração, ela dizia que tinha saudades daquelas pessoas gritando na rua, tocando música alta de funk, com um monte de mano bebendo cerveja, cachorro latindo e gente pedindo um real na rua… Puta! Aquilo me revoltou! Me deu ódio e me fez crescer que Deus, se existir, dá asas à cobras sim! Como que aquela vaca tem tudo que eu sonho em ter e ainda reclama do que tem?
Essas mulheres brasileiras que vão pra lá, geralmente vão bancadas pela família de classe média baixa ou por algum macho alemão. Ora bolas! Quem que vai me bancar alguma coisa se eu não tenho valor sexo-afetivo algum? Anda mais na casa dos 50 anos! A bucetuda pode viver num país calmo, digno, respeitoso e bonito porque tem uma rola pra sustentá-la lá em troca de uma gozada formidável, o único investimento que a infeliz precisa pra isso é tomar um banho e usar um batom…

Agora eu, se quiser sair dessa fossa de esgoto de banheiro de rodoviária que se tornou Brasil e São Paulo, com essa gente barulhenta que tem ódio de fone de ouvido, que escarra na rua e que não respeita nada, a única coisa que pode fazer, nessa altura da vida, é vender um rim ou drogas. Não tem macho nenhum querendo comer meu rabo pra me dar uma casa não! Oh, bendita é a força de uma buceta! Bendito é nascer como heterossexual! Nessas condições, se você não faz sucesso, pelo menos se diverte transando todo ser andante sobre a terra com a conivência de todo mundo.

Por isso eu digo, sucesso na vida é pra quem não tem pena dos outros, pra quem não tem receio de ser ruim, pra quem apela pra ilegalidade discretamente e que tem uma vida sexual cheia de ramificações. Se você tem muito escrúpulo, muito estômago, pena dos outro, não está disposto a apelar discretamente à ilegalidade e sua vida sexo-afetiva não é atendida, você está destinado a ser um fracassado que nem eu, que faz um blog falido! Falido mesmo, eu pego, faço um texto todo todo, não passa de 50 acessos, agora a minha página nesse mesmo blog falido que fala qual jogador de futebol tem a maior rola, essa tem 17.000 acessos! Me parece que para ser popular no Brasil você tem que ser mais escroto do que tudo, vide o nosso atual presidente… Isso me deprime mais ainda. Aí, as pessoas lhe criticam dizendo que você não tem as coisas na vida porque você é mimimi, você para não parecer negativo dá ouvidos e tenta escutar as sugestões dessas pessoas:
Um dia desses um empresário que teve uma EQM e que leu um desabafo meu sobre como é chato ser um fodido, me respondeu por e-mail que eu não deveria ser tão dramático assim, que eu estava levando a vida muito a sério, que eu poderia continuar falando das minhas experiencias porem de uma forma mais divertida e leve, daí ele para me animar motivado pela pena que sentiu de mim, me disse que se eu quero ser rico, teria várias possibilidades, uma delas, já que eu lhe enviei um e-mail enorme lhe enchendo o saco, seria fazer um livro sobre a minha vida descrita aqui.
Para eu não parecer vitimista, preguiçoso e com má vontade, aceitei o conselho e fiz o livro, me pergunte se eu já fiquei rico? Pelo contrário! E ainda tem gente que me pede amostra grátis do que eu escrevi nele, como se os custos desse blog falido que eu mantenho fossem gratuitos, na faixa também, quem sabe se eu fosse uma vagabunda gotosinha ou um zé droguinha homofóbico tesudo eu não ganharia um blog grátis em troca de nada, né? Mas não é o meu caso! Sou feio, gay, negro, ando mal no trabalho e abro mão cuidar dos meus dentes para manter esse site! Pra gente como eu, nada é grátis.

1 thought on “Só faz sucesso quem é sexualmente satisfeito…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *