Sim, tem gays bonitos …

Muitos gays que frequentam esse site reclamam por eu gostar apenas de rapazes heterossexuais, eles acham que isso é voluntário em mim: eu acordo decidindo por quem eu vou me atrair , acham.
Alguns até já lançaram a teoria que eu seria um homossexual homofóbico, no sentido de querer odiar gays por esporte mesmo. Bem, eu até hoje não senti atração por gay da mesma forma que muitos gays não sentiram por mulher, nem por isso se diz que gays são misóginos.

Para esse pessoal que me acha implicante com gays propositalmente eu apresento Tobias e Frank, um jovens alemães que são gays assumidos e que levam uma vida relativamente normal, tudo bem que eles não moram num país infernal como é o Brasil, mesmo assim isso não vem ao caso.

Eu acho Tobias até botinho, me lembra um pouco o Putin, provavelmente por ele fazer a linha Mario Gotze hetero casual e ser loiro, tenho tara por caras loiros desde pequeno na escola, mas o que eu sinto por Tobias não é uma atração daquelas que levam uma pessoa trair o seu cônjuge para praticar uma aventura num motel às escondidas, o que sinto por Tobias é o mesmo que a gente sente por um irmão ou por um animalzinho fofo como um urso: dá vontade de beliscá-lo e perturbá-lo um pouco(trolagem) mas eu não me imagino sendo uma puta dando pra ele até as seis da manhã aos gemidos igual eu me imagino com outros caras. Ele é engraçadinho e se se vestisse de policial ou jogador de futebol no meio dos machos, confesso que talvez até me despertasse um tesão remoto, mas não tanto pelo o que ele realmente é mas sim pelo personagem que ele faria. Eu vejo muito isso nos casais gays, muitos gays se casam com um personagem e depois acordam vendo que se casaram um irmão. Claro, um gay pode se forçar a se masculinizado e interagir no meio dos outros machos para ser aceito de tal forma que até alguns trejeitos masculinos ele acabe pegando por osmose, mas é um personagem, é uma casca, dentro de si ele tem uma diva, uma moça precisando de amor e sexo, não é um homem. E cá entre nós, a minha energia dentro de mim já é muito feminina para conseguir viver em harmonia com outra energia feminina.

Tobias é bonito e se fosse hetero faria estragos, mas eu o vejo como um “amigo” que dá vontade de beliscar e trollar o tempo todo.

Por falar em tara por loiros, eu queria revelar uma coisa baixa da imaginação, aproveitando que no reino dos fetiches ninguém é santo para pode criticar ninguém, eu não eu vou falar um dos meus fetiches que inclusive eu tentei que fizessem comigo(com meu fake de vadia usando minha cara maquiada) no Tinder mas os caras ficaram com vergonha: Quando eu vejo um cara loiro de olhos azuis que seja bonito e que me atraia de verdade, eu imagino ele me tratando com racismo enquanto eu dou a perereca pra ele, nossa, esse maucaratismo me excita muito! Ah, por favor, tem fetiche muito mais pesado do que esse , que o diga os admiradores do The Two Girls One Cup…

Nossa! Tinha um rapaz lindo no Tinder , parecia um nazista: corte de cabelo militar, loiro, olhos azuis e o pior: ele se dava bem com o meu fake, mas esse fetiche ele não queria realizar, o entendi, afinal de contas isso dá cadeia a quem pratica, deixa pra lá!

9 thoughts on “Sim, tem gays bonitos …”

  1. “dentro de si ele tem uma diva, uma moça precisando de amor e sexo, não é um homem”

    Puta que pariu, cara! Que visão estereotipada do que é ser gay!
    Se um homofóbico lê uma merda de post assim, só vai reforçar a visão de que não somos homens e todos nós queremos ser mulheres. Que desserviço.

    1. Eu não faço texto para arrecadar aceitação de ninguém, muito pelo contrário. Homofóbico de verdade não chega nem perto de algum lugar que ele veja escrito a palavra “gay” como um site desse. Sim todos nós somos homens, nem todos gays querem ser mulheres mas a personalidade deles quando se desarmada chega muito próxima de uma mulher, fazendo uma analogia, nem todo brasileiro quer ser brasileiro mas nasce no Brasil, goste ou não. Eu escrevo o que eu percebo, não o que as pessoas fazem esforço para ser percebido dissimulando outras coisas…

  2. Se tu acha que a meia dúzia de bicha afeminada que tu conhece define o que é ser gay, vc só conhece a superfície da grande camada.

    1. Eu discordo. O rapaz exibido nesse post não é tão afeminado. Eu já conheci pessoalmente o Alexandre Frota, mesmo ele sendo daquela forma a minha intuição diz que ele é gay e ele não é nada afeminado. O ex padastro do Neymar também não era tão afeminado, o Carlos Bolsonaro não é tão afeminado, o Gugu também não era tão afeminado. Eu já morei em lugares de prostituição de travestis e tive tempo de analisar boa parte dos clientes deles, a maioria não era afeminado mas também não era másculo, enfim, cuidado com as suas análises sobre os outros. Você pode errar.

      1. Sim, até pq ser másculo pra vc é ter cara de psicopata e ser branco.
        Não queira projetar sua transexualidade nos outros, se vc quer ser uma mulherzinha, não quer dizer que todo gay seja assim.

        1. Olha, eu acho que o assunto está indo para emocional e não pro lógico: Veja, você teve a ousadia de querer saber mais de mim do que eu mesmo, dizendo que pra mim, másculo é só “psicopata e branco”. Você cria coisas que eu não falei para dizer que eu falei e poder discordar depois, é técnica pra ter atenção isso? Eu não gosto de discutir com emocionais porque vocês põem o viés cognitivo de vocês na frente de tudo beirando a pirraça ao invés de procurarem insumos para corroborar a ideia de vocês. Mas já que você quer, vamos lá, vou mostrar que suas afirmações são todas equivocadas de forma enumerada:

          1) Quando eu citei psicopatia nesse blog foi para mostrar as suas características e como a confiança e o mau-caratismo deles pode nos atrair, além do mais, a moralidade do psicopata é quase nula, ou seja, eles podem fazer de tudo numa relação sexual porque não sentem culpa e a ideia de ter uma pessoa sem freios morais no sexo me excita, afinal eu sou excluído da sociedade justamente por esse freio moral que psicopatas não têm, isso não é uma relação da psicopatia à masculinidade, mesmo porque existem mulheres psicopatas também…
          2) No meu serviço existe um rapaz muito esperto e rápido no que faz, ele é branco, sociopata e ainda por cima deixa o cabelo crescer, eu cortei relação com ele a ponto de nem querer cumprimentá-lo por perceber que ele não é nem um pouco amigo de ninguém mas de si mesmo, ele é exatamente o que você falou: psicopata e branco mas eu não o suporto! E também ele não é nenhum exemplo de masculinidade, muito pelo contrário, no serviço ele tem o apelido de “quenga chefe” e se parece com o Shun dos Cavaleiros do Zodíaco, todo mundo acha isso lá. Jim Jones foi um psicopata “brilhante” e branco , por que eu não o acho símbolo de masculinidade alguma então? Muito pelo contrario… Responde aí agora que eu quero ver!
          3) O atual rapaz que eu gosto o André, é bem másculo, doce e não é um psicopata.
          4) A questão da cor é outra baboseira, a maioria dos gays e travestis que eu conheço são brancos.
          5) Mostre pra mim onde eu postei no blog que todo gay quer ser mulher? Você deve ter um problema grave em interpretar textos, a pessoa precisa desenhar para você para você quase entender: O que eu digo nos textos que eu posto aqui é que gays, másculos, femininos, passivos ou ativos tem um quê de mulher involuntário, uma doçura feminina presente sempre, independentemente da pessoa querer montar um personagem ou não, isso não quer dizer que o cara quer se comportar como uma mulher na cama. Isso é o jeito dele e não o que ele quer fazer! Já até comentei aqui que existe estudos falando que gays têm cérebros parecidos com o de mulher: https://bityli.com/heZOQ

          Cara, você precisa aprender a ler e dar importância aos detalhes descritos em um texto antes de sair de forma agressiva atacando baseando-se na sua percepção alterada, da forma que você se manifesta, da a impressão que se escrevermos aqui que o pôr do sol é laranja, no outro dia você aparecerá aqui vociferando que o dono do blog disse que dentro do sol nascem laranjas… Me parece bem o seu estilo nesse exemplo e eu não tenho muito paciência pra ficar ensinando as pessoas agressivas a fazerem análise de qualquer coisa, eu não tenho paciência nem para revisar os erros dos textos que eu posto aqui, o que dirá ter paciência para explicar de forma didática que focinho de porco não é tomada, isso me cansa, sabe?

  3. A diferença entre gays e héteros vai muito além da orientação sexual. É lógico que existem gays em diferentes níveis de masculinidade. No entanto, é perceptível que temos uma essência, isto é, algo que naturalmente nos diferencia dos héteros e isso nada tem a ver com aparência, modo de se expressar ou gostos pessoais.

    Notem que isso é observado por muita gente, mesmo aqueles nada interados nessas questões de sexualidade. Quantas vezes já testemunhei, senão quando ocorrem comigo mesmo, situações em que as pessoas notam que você é diferente, que você tem algo de “estranho”, mas que a princípio podem não saber explicar o que é.

    Gosto de usar um exemplo que comentei aqui há alguns anos: imaginem um hétero todo montado, com direito a unhas pintadas, salto alto, make e tudo dito como feminino, perfomando uma música de diva pop como uma drag queen. Para mim, ele não deixará de ser atraente e perder a sua essência naturalmente masculina. Ele poderia tentar simular algo, mas a farsa seria nítida.

    Esse é um aspecto bastante sutil e que o autor do blog faz uso de analogias para que os leitores possam compreendê-lo. Não levem tudo pelo sentido literal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *