Se existir a espiritualidade das EQMs qual o sentido da minha vida como gay

Sabe, quando eu consigo ficar sozinho em casa eu entro em vários aplicativos e redes sociais, talvez por conta de no fundo sempre existir uma vontade de ter uma relação sexo-afetiva com alguém que eu queira, entre esses aplicativos eu costumo entrar no Zello, é um aplicativo de uso de voz que deixa o telefone tipo um nextel, pelo fato de eu ser muito reprimido devido a minha sexualidade, nesse aplicativo eu procuro entrar em salas onde a balburdia rola solta, lá eu posso ser eu mesmo, ao contrário da vida real onde eu tenho que ficar fingindo não querer namorar e fazer sexo o tempo todo, por adoro ficar nas salas de xingo como a
‘Putaria Brasil’ , lá entram vários heteros do estilo ‘mano, maloqueiro e trombadinha’ , alias, a maioria dos homens do Zello brasileiro são desse estilo. Você sabe que no meio desses tipos de cara você irá ter brigas e confrontos o tempo todo, você sabe que irá lhe dar com o pior do preconceito que o ser humano tem a oferecer mas a atração sexual reprimida fala mais alto.

Pois é, eu entro na sala, falo o que sou, falo o que gosto, com intuito de chocar e ao mesmo templo esclarecer sobre o mito de que viado só gosta de outro viado, então eu sou zoado, os caras pelos quais eu me sinto mais atraído e eu falo na cara e eles sentem nojo, me xingam e tudo o que é esperado. Porem quando entra uma mulher na sala, eles a tratam como uma rainha, deusas, pessoas dignas de proteção de um exército, o clima é de avacalhação e putaria como vocês podem apreciar nesses dois links de voz:
https://zello.com/shared/KSKMkWIkwqXM
https://zello.com/shared/nRk36G2BKtQE
porem essas mesmas mulheres que ficam sendo assediadas pelos homens que eu tanto queria, ficam dando em cima de mim, sim, elas ficam me assediando também aí eu paro e penso:
Se existe espiritualidade como é contada nos casos de EQM (experiencias de quase morte) e não nesses contos malucos de espiritismo e da bíblia dos evangélicos, qual seria o propósito de eu ser tão massacrado assim: quero homens mas mulheres dão em cima de mim, quero um cara e uma vagabunda vai lá e casa com ele, em casa tenho que conviver com a minha mãe que é prostitua e tem uma vida sexual oposta à minha, alias, nem vida sexo-afetiva eu tenho. Qual o propósito espiritual, se existir de ser tão contrariado assim?
As vezes eu vejo uns caras que me atraem tanto, tanto que tenho vontade de vomitar de tanta excitação concentrada, as vezes você vê um cara que cumpre todos os seus fetiches mas tem que ficar se fazendo de pedra de gelo, não pode fazer nada. Eu queria abraçar, beijar, cheirar, apertar, puxar, pegar pra mim como se fosse um felino pegando sua caça, mas não posso, a outra pessoa que me alegra nunca me quer.

Na sala de zoeira de voz, tem muita coisa que me faz rir, mas depois eu vendo todos os homens sendo grosseiros comigo ao mesmo tempo que ficam  todos solícitos e fáceis para as mulheres heterossexuais, me dá uma mágoa, um sentimento de ser uma criança abandonada, nem lar, sem pais, sem ninguém. Me deixa triste, eu não tenho nada contra as outras mulheres que são livres terem os homens delas, até me excito com homem fogoso por mulher, mas eu me sinto triste, triste por não ter espaço pra mim, não ter carinho e disputa por mim, meu ego fica destroçado,  o meu sonho era galinhar no meio dos homens feliz, com fartura de putaria pra todo mundo que quisesse, sem segregação, todo mundo tivesse quem lhe agradasse pra fazer todo tipo de depravação que quisesse, mas infelizmente só as mulheres na sala têm isso, eu me sinto por isso tudo um escorraçado, isso dói. Eu queria  muito sentir que fui desejado por quem eu quis e gostei para suavizar a dor do meu ego, da minha estima, eu queria muito brincar de fazer sexo, saber o que é fazer sexo com aquela vontade louca e desesperada , eu queria dar carinho para os homens que eu gosto , eu queria tudo isso mas não posso!

As vezes eu fico até imaginando loucuras consolativas como por exemplo: nós somos mais do que uma pessoa e estamos divididos em outras dimensões, de repente esses heteros que me desprezam aqui, em outra realidade dimensional eles gostam de mim, que triste ter que se conformar com uma tese tão cretina e besta como essa, mas é o que me resta além do xvideos, site esse que me alegra e que me deprime ao mesmo tempo, me alegra por eu ter a oportunidade de ver aqueles caras que eu gosto gemendo de prazer ao comerem uma mulher, mas também me deixa triste por saber que só eles podem fazer o sexo com vontade, gana e gosto, eu não.

Bom, enquanto a espiritualidade e o sobrenatural não contam pra mim o motivo da minha afetividade ser arruinada de forma tão forte, eu gostaria de mostrar a vocês o caso de uma mulher que sonhava com os detalhes do dia da sua morte e que se tornaram reais no dia em que ela morreu:

Como eu queria ter uma experiencia sobrenatural positiva para decifrar esse meu sofrimento que é ter vontade sexual por pessoas que são indiferentes a mim, isso é um suplício!

Bem, depois de sair do Zello sem achar ninguém, o que é uma norma, fui para  o app BIGO LIVE, um aplicativo confuso onde você abre a CAM e 65 pessoas estranhas começam a te ver e entrarem na conversa, pois bem, fiquei me fazendo de bicha francesa lá, mostrei a minha cara, os rapazes brasileiros tinham a tara compulsória de demarcarem o seu machismo me xingando, me zoando, me tentando diminuir, mas as mulheres quando entravam, algumas queriam contato comigo e diziam que gostavam de mim, bom, realmente é um sofrimento bem complexo o que eu tenho: sou gay e gosto de heteros, sou gay e atraio mulheres e gays! Que triste, por isso que todos os dias eu penso em me matar.

 

Vejam também:
A espiritualidade gay

3 thoughts on “Se existir a espiritualidade das EQMs qual o sentido da minha vida como gay”

  1. Você tem uma experiência esteriotipada do universo hetero.Não existe essa fartura de sexo que você tanto pensa.
    A maioria das mulheres que conheço,mesmo as mais bonitas,não tem homem a hora que quiserem.
    O problema não é você ser gay,é que antes de ser gay,você tem uma visão machista e tosca do corpo feminino.
    Você quer cair na putaria,fazer sexo com todo mundo que te atrai,nenhuma mulher que conheço pensa assim.
    No fundo ,apesar de você ser gay.você pensa igual um homem heterossexual,mentalidade machista,sexualizada,como se a vida das pessoas girasse em torno de sexo,sendo que sexo,é o que menos as pessoas fazem.
    E levando em conta sua idade,é mais preocupante ainda,pois nessa idade,as pessoas possuem outras preocupações,sendo sexo o que menos importa.Parece que você parou na adolescência,é uma pessoa imatura,abobalhada.
    O seu desejo por homens heteros,é puro fetiche,é puro delírio,você nunca irá realizar esse fetiche.
    Ou cai na real,e se relaciona com homens iguais a você,ou seja,homossexuais,ou irá morrer na solidão eterna.
    Fica a dica.

    1. Olha, eu discordo completamente dessa visão romântica sobre homens e mulheres que você tem onde as mulheres são umas santas e puras e os homens são predadores machistas.
      Falo por experiência!
      Tive amigas que me usavam como desculpa para os seus maridos dizendo que iam sair comigo quando na verdade o amante delas estava duas quadras do local, na esquina esperando no carro para ir ao motel com elas. Minha mãe mesmo jogava na minha cara que adorava homem, certa vez até bateu com cabo de vassoura no teto do andar de cima do nosso apartamento para dar sinal para o vizinho amante e casado dela descer para transar com ela quando a mulher dele não estava…
      Já tive amigas que não pagavam ônibus porque namoravam o motorista e o cobrador ao mesmo tempo, no final de ano os dois iam na porta do trabalho delas de carro.
      Tenho amiga casada e com filhas que até hoje trai o marido dela com um sargentinho da PM sempre que pode, ela ainda me confessa que o sexo que ele faz ‘é muito louco’.

      Na minha infância eu conheci uma moça que era cabeleireira e que transava com todos adolescentes da pensão onde morava, mesmo tendo filhas menores, o apelido dela era ‘galinha’. Enfim, eu poderia escrever um livro para você sobre mulheres com a vida sexual exuberante mesmo sabendo que você iria achar tudo invenção da minha cabeça ‘machista’.

      Referente às mulheres que você diz que não têm homens a hora que quiser, realmente se isso for verdade, é preciso entender se o motivo é ela ou algo imposto pela cultura onde ela vive, eu fico com a primeira opção! Primeiro, o que é ‘ter um homem para você’ ? As mulheres sabendo do potencial sexual que elas têm , algumas não se contentam com pouco (um sexo casual) , elas querem um homem carinhoso, bonito, maduro, que não fume, que não bagunce a casa, que faça compras, responsável, que fale inglês, alemão e japonês, com um carro, inteligente, que queira ter filhos, magro, que não beba e que esteja afim de aturá-la num casamento de 90 anos sem traí-la! aí realmente é COMPLICADO né querida? Vai morrer realmente sem ter ninguém!

      E se a mulher quiser uma parceria sexual, um sexo selvagem e casual sem compromisso? Qual é o problema? Eu sou o machista e você que prega que mulher tem que ser uma santa virgem em casa?

      Eu não estou dizendo que aqui que uma mulher tenha a obrigação de sair com qualquer um, afinal ninguém é obrigado pegar quem não quer pegar, mas daí insinuar que a vida sexual de uma tem menor potencialidade do que realmente tem é um BAITA de uma ignorância.

      Acorda! Vem cá, se mulher não tem homem fácil e a sexualidade para ela é tão restrita quando para os homens me explique então por que os índices de abuso sexual são maiores contra as mulheres??????? Me explique por que o mercado esmagador de prostituição CONSENSUAL é praticado por mulheres? Quais prédios no centro de São Paulo com mais de 10 andares você conhece e que seja de prostituição masculina ou gay iguais aquelas já existem para mulheres??????

      Sim, realmente, o meu fetiche é por homens HETEROSSEXUAIS SIM! E daí? Todo mundo tem fetiches, por que eu sou o único ser humano a não poder ter? Se enxerga! Eu vou me relacionar com um cara igual a mim o dia que sua mãe se relacionar exatamente com uma mulher igual a ela mesma!
      https://odeiosergay.com/rotina/mulher-feminista-que-e-machista-insinua-que-vida-sexual-da-mulher-e-austera-e-pobre-como-a-nossa/

  2. Sigo este blog desde as outras “encarnações dele, como é um bálsamo poder ler sobre o que passo aqui. Dito isso, não sei nem por onde começar pra listar todas as imbecilidades que essa Raquel disse. Primeiro que, se ela for mesmo uma mulher, sentada no trono que uma vagina representa nesse mundo, ela é a menos indicada pra opinar sobre esse assunto. Devíamos “triturar” a opinião dela de imediato, assim como feministas costumam triturar opiniões vindas de homens como sendo provenientes de um “estuprador em potencial”. Pra mim, a opinião dela oscila entre a ignorância privilegiada e a canalhice crua. Dizer que uma mulher, ainda mais bonita não tem o homem que quiser é o primeiro despropósito! Qualquer mulher destruída e com 55+ anos consegue beijar um novinho apresentável, de uns 20 anos na boca e carrega-lo pra casa! Homens de fato pensam excessivamente em sexo, e isso não é algo que possa ser alterado, é uma programação que a própria natureza confere ao macho, seja ele gay ou não, não importa o quanto mulheres queiram atacar ou vilanizar este fato. Quanto a ela atacar a “obsessão” do autor por sexo e atribuí-la a falta de maturidade, me resta atribuir essa opinião dela ao fato de ela ser mulher! Sim, uma mulher JAMAIS compreenderia o fato de que um homem que tem o elemento “sexo” totalmente LIMADO da sua existência simplesmente pare no tempo. Na verdade, se formos analisar, este é um fenômeno até de se esperar! Quando algo que deveria ser natural, essencial pro desenvolvimento sadio de um indivíduo simplesmente se mostra ausente, é mais do que natural que, neste quesito, esse indivíduo fique estagnado, lá no momento em que ele deveria ter obtido isso, mas nunca obteve! Como exigir que uma mulher compreenda isso? É impensável, pq sexo é algo que, a partir de certa idade, SEMPRE está disponível a elas, ainda que haja diferenças de disponibilidade pra uma ou outra. Quanto a reduzir o desejo do autor por homens héteros a puro fetiche, delírio, acho de uma imbecilidade atroz. Não há lógica nenhuma em condenar a atração involuntária de homossexuais por homens héteros só por não ser ideal ou prática, já que o princípio da homossexualidade em si já é algo que ignora a praticidade e o que seria ideal pra vida do indivíduo. Da mesma forma que o gay que gosta de gays não consegue evitar sua atração por gays, que simplesmente acontece, independente de inúmeros osbtáculos que certamente se interporão a ele por esse fato, tampouco pode o gay que gosta de héteros alterar o objeto de sua atração devido ao fator “praticidade”, “viabilidade”. Esse papo dessa Raquel dizendo: “caia na real ou morrerá na solidão eterna”, vindo da boca de alguém que tem o que quer, quando quer, é um desfavor comum de gente que se acha boazinha. Mal sabe ela que, da mesma forma que pra elas (mulheres), pra nós, morrer na solidão não é menos ruim do que atropelar nossos gostos só pra ter alguém. A diferença é que a gente precisa fazer essa escolha, de pagar o preço por nossos desejos, elas, não, pq não são rejeitadas rigorosamente TODA vez que desejam alguém. Se a gente disser pra uma mulher dessas pra pegar um cara que elas não queiram, elas vão dizer que não acharam a boca ou a buc#ta delas no lixo, mas nós, se quisermos nos restringir a quem nos atrai, somos “imaturos”. Provavelmente ela pensa que nós é que somos uma caçamba de lixo. Sinceramente, se fosse o autor desse blog, mandaria essa Raquel enfiar os conselhos dela…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *