O que fazer se ninguém gosta de mim ?

É uma questão que eu me faço para tentar aplacar a minha fúria que me da vontade de me matar.
Você passa milhões de anos nessa vida e na melhor das hipóteses a sua vida só é comer, beber, dormir e ir trabalhar. Tem casos que nem isso. Ou seja, você vive apenas para evitar passar fome e mais nada.

O sucesso? Cadê? Ele só passa lá na casa de pessoas como Neymar, Messi, Wanderson Nunes, Anitta, Madonna e outros queridinhos da vida por aí que nasceram com algum talento especial enquanto você nasceu com um único diferencial e que não é um talento: ser gay e só gostar de macho de verdade.

Bom, tem aquela filosofia vagabunda de que devemos nos entregar a outras coisas, que a vida não é só sexo ou namorar, claro, mulher hetero acredita muito nisso, afinal a buceta delas pode ter de um cara de 15 anos até um velho de 80 num piscar de olhos, se a mulher quiser, terá um exército inteiro disposto a lutar por ela de forma a não desistir tão cedo, e nós? Fale a verdade gay igual a mim: Quando foi que você já recebeu no seu celular uma cantada dirigida a você e não a seu fake por parte de alguém que lhe dê alegria em pensar que gosta de você? Quando foi que alguém que lhe deixa feliz sexualmente teve ciúmes de você?
Quando foi que alguém que realmente lhe interessa lá no seu trabalho, decidiu arriscar o emprego, faltar e sumir com você para ir num motel passar 12 horas fazendo aquilo que não presta?
Quando foi que aquele menino bonitinho da escola que você vive de olho nele lhe pagou um sorvete para lhe agradar? Quando foi que você passou em frente à uma obra na rua e os peões manifestaram o interesse vil deles por você através de assobios e dizeres indecorosos?
Quando foi que alguém que você gosta ficou magoado com você?
Bem, pra todas essas perguntas eu respondo um sonoro NUNCA !

Vai ter muita gente filha da puta dizendo aqui o seguinte:
— Ah, mas você tem os seus amigos que gostam de você, sua família, sua mãe e Deus! Anime-se!
— Você é exagerado demais cara!
Para esses retardados de plantão eu respondo:
1) Amigos não fazem sexo com você e têm um prazo de validade definido: quando casam-se ou mudam de religião nunca mais querem  você por perto.
2) Minha família não gosta de homossexuais.
3) Minha mãe passou a me aturar quando eu virei o provedor financeiro da casa, ela pode ter quantas relações sexuais quiser, ela pode elogiar machos na minha frente mas quando o assunto por menor que seja faça referência à uma possível preferência sexual minha, ela muda de assunto violentamente ou então dá a entender que eu sou assim porque eu quero. Enquanto a vida sexual dos filhos dos seus patrões ela dá uma ênfase enorme a ponto de detalhar e discutir.
4) Deus, até hoje se ele existe, se escondeu muito bem de mim, nesses anos todos eu pedi revelações a ele ou algo que se assemelhe a ele e não obtive resposta, ou seja, se ele existir, boa coisa ele não é pois vê o meu sofrimento e “faz a egípcia” pra ele. Sem falar que ele criou o mundo, também tem culpa indireta de tudo o que eu passo nele. Ou Deus não existe ou ele não é como imaginamos, ou existem vários deles.

Em suma, o que me faz resistir a isso tudo é a masturbação, tanto física como puramente mental: vejo um cara que eu goste então começo a ficar imaginando que a forma como ele me olhou é sinal que no fundo ele gosta de mim, é claro que no fundo eu sei que é o contrário, mas imaginar algumas mentiras, me alivia um pouco, embora as vezes me dá mais ódio também, a outra maneira mais prática e me masturbar de fato: me imagino sendo a pior das prostitutas tendo os caras que eu gosto das mais inúmeras formas, cumprindo com rigor as possibilidades de criatividade sexual que o ser humano sabe fazer. Sim, a masturbação  não é a melhor coisa mas das propostas é a que tem de melhor pra hoje afina:
1) O psicólogo só quer ganhar o dinheiro dele lhe enrolando pra no fim não resolver nada e você se cansar.
2) A religião  só lhe dá dois caminhos: Ou você é obra de Satanás e por isso pagará um preço muito caro por fazer algo que magoa Deus ou você deverá aceitar uma vida podre aqui para ter uma vida muito melhor supostamente DEPOIS DE MORTO…
3) Ou tenta se matar causando um malefício muito grave ao seu corpo e tendo como consequência uma dor indescritível correndo o risco de ficar vivo e debilitado para sempre, sendo além de invalidado socialmente por ser descriminado por padrão, agora sendo também invalidado fisicamente.

A masturbação então é a única salvação razoável e mais barata.

3 thoughts on “O que fazer se ninguém gosta de mim ?”

  1. Amigo, você tem uma homofobia interna que precisa ser tratada pois faz você sofrer. Tem gays muito bem sucedidos em todos os ramos da sociedade. Você cita ali cantores e atletas, tem muitos cantores e atletas gays sucedidos, fora os de profissões comuns e empresários. Ser gay não é motivo pra sofrimento. Se sua família não te aceita, faça você mesmo sua família. Procure uma religião que pregue paz e não preconceito. Quando você começar a gostar de gays, tu serás mais feliz. Poderá ter um relacionamento, fazer sexo, mas você gostando de hetero continuará a sofrer. Sou psicólogo, vamos conversar.

    1. Bom, então pára-se tudo e tenta-se logo virar heterossexual, afinal qual a diferença entre as reversões?

  2. Eu “larguei mão” da vida amorosa faz alguns anos, então nada relacionado a isso está em meus planos atuais ou futuros. Também não tenho amigos, nem vida social. Então, estou focando na família que já tenho e na vida profissional para garantir o meu conforto e conquistar os bens materiais que desejo. E assim seguirei até o fim.

    Não vou dizer que quero morrer sozinho, mas parei de criar expectativas ou me espelhar no curso da vida de pessoas “normais”. Sei que se não me envolvi com ninguém até hoje, aos meus 27 anos, a tendência é que isso fique cada vez mais difícil de mudar, considerando que sou um homem gay totalmente fora dos padrões.

    Acredito que a felicidade para mim vem e virá de estar perto das poucas pessoas que ainda gostam de mim e de motivos mais fúteis como poder viajar para lugares que sempre quis conhecer e comprar o que tenho vontade de ter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *