Eu sou um merda, aqui embaixo as leis são diferentes…

A mulher chamada Sirlene disse que foi picada por uma aranha, ignorou, a picada então virou manchas e quando ela foi ver, já estava internada numa UTI, entre a vida e a morte.
Ela então se viu em outro mundo, já não sentia mais apego a ninguém aqui na terra, ela encontrou lá uma amiga falecida em 2014 chamada Angélica, conversavam felizes num local paradisíaco mas temporário.

Sirlene deixara o corpo picado por uma aranha numa UTI e já no outro mundo, confessava que não tinha mais interesse algum em voltar pra terra, primeiro porque o local lá do outro lado que ela estava era muito gostoso, segundo por sentir que as pessoas deixadas na terra já teriam capacidade de viver sem ela.

Como as coisas nunca são como pessoas normais querem que seja, Sirlene lá no outro mundo foi abordada por um homem loiro, bonito e alto que lhe disse que o tempo dela naquele local tão gostoso já estava terminando, Sirlene disse que queria continuar a ficar naquele lugar delicioso, então o tal rapaz lhe disse que tudo bem, ela poderia até ficar mas ela precisava levar em consideração a TAL MISSÃO que ela havia combinado com outros mortos antes de nascer no planeta terra.

Muitos pensam que as missões dadas a nós lá no outro lado na dimensão X na puta que pariu antes de nascermos são sempre missões grandiosas: ser um presidente, descobrir o computador, inventar um remédio milagroso ou ser uma pessoa muito influente, famosa e rica… Imagina meu amor!
Isso não lhe pertence!!! Pessoas como eu e você, nascem geralmente com uma missão que é uma bosta: cuidar da mãe que vai ficar aleijada, não deixar o filho virar um drogado ou fazer alguém lembrar que tem que ser alguma coisa. Papeis grandiosos? Ahhahahaha, esqueça!
Pois é, o cara loiro lá na dimensão x fez Sirlene lembrar que ela antes de viver aqui, tinha feito trato de zelar pela vida correta de alguns espíritos que estavam pré programados para serem os seus netos. Só! Antes de nascermos, dizem que combinamos de passar um monte de presepadas “pedagógicas” com grupos de almas , muitas vezes da nossa proximidade, para desempenharmos papeis aqui. Esses papeis são ajudados a serem desempenhados aqui na terra quando por sorte decidimos faze-los. Tipo: vou nascer sua amiga pra roubar seu marido e você com isso aprender o papel do perdão… É bem nesses níveis escrotos que dizem que as designações das nossas vidas são feitas, aqui seria um enorme jogo The Sims de mal gosto.

No caso de Sirlene a missão “grandiosa” dela era dar suporte à vida dos seus netos vindouros, alem disso lhe foi aconselhado que ela tinha que rir mais para afastar as suas doenças.
Bom, Sirlene então num ato de presença de espírito, sem fazer trocadilhos, teve a genialidade propor uma barganha com o moço loiro e alto: ela poderia voltar a terra sim desde que tivesse um trabalho que encantasse as pessoas , a barganha incrivelmente foi aceita ! Então ela voltou e hoje em dia diz que faz um trabalho que encanta a vida das pessoas, não no sentido de feitiçaria mas sim de emocionar.

Bom meus caros, ao ver essa história eu fico imaginando as coisas mais absurdas que vocês podem imaginar, é por isso que eu digo que quem lê Michael Newton e Brian Weiss acha o espiritismo rudimentar como um neandertal e falando sobre o que imaginei: imaginem só se alguma dessas figurinhas homofóbicas que passaram por nossa vida fossem espíritos que nós, lá na puta que nos pariu, nos associamos para conseguir com eles conhecer algum tipo de valor que nos faltasse: ódio, amor, resiliência, desprezo, sei lá, a possibilidade é que esses trastes que passam por nossa vida de maneira marcante, tenha um ‘contrato assinado’ conosco no nosso grupo de almas com uma finalidade específica que combinamos. Ou seja, preparem-se, pois pelo visto, quando morremos viramos masoquistas cínicos e temerários. Tudo indica que covardia depois da morte torna-se uma virtude e não um demérito… Tenha prudência nas cagadas que assinas com os outros quando tu estás morto!

Geralmente aquela situação mais nojenta, que lhe irrita, que se repete, que acontece com você e que envolve sempre uma pessoa, é ali que os povos safados lá na morte têm o dedinho com a sua permissão. Sabe aquela pessoa que lhe humilha sempre? Aquele parente chato que te suga? O homofóbico que lhe desceu uma lâmpada da paulista e que está sempre ao seu redor? Pois é, essas pessoas têm grande possibilidade de já ter negociado ligações com você lá no seu grupo de almas. Que merda, né?

É por isso que muita gente quando morre, não liga pra nada, caga e anda para o que ficou para trás, nem raiva tem, afinal de contas, muito do que aconteceu já estava meio que acertado pra dar no que deu, dizem que com isso você consegue aprender coisas que refinam a sua personalidade. Não sei…

Com certeza então, eu ter nascido homossexual que gosta de heteros, eternamente virgem, com isso corroborado até pelo meu mapa astral, não é acidental, ainda mais quando se nasce no lar de uma pessoa que é prostituta e que pode ter exatamente tudo aquilo que você quis ter. Nasci assim para desenvolver ódio por homens e com isso não valorizar o sexo tanto assim? Eu não me imagino tendo poder para fazer sexo com alguém que eu queira, mas digamos que em outra vida eu tivesse tido esse poder, o poder da sedução, eu acho isso muito pouco provável mas enfim, teria eu me enjoado de viver pelo sexo? Teria eu deixado de conhecer outras situações da vida só para fazer sexo e por isso, hoje o meu corpo me impõe justamente eu não poder me relacionar nem com uma pulga?

Sirlene , a mulher picada pela aranha, disse que cada um de nós é muito importante para coisa que comanda lá do outro lado. Tenho lá as minhas desconfianças, afinal eu não me sinto importante pra nada. Nem pra minha latrina.

Tudo pelo visto me projetou para eu ser o eterno homossexual virgem cuidador da mãe prostituta doente. Tudo em nome do amor, como eles gostam de falar. Com qual propósito, eu não sei.
É quase certo que eu tenha combinado esse papel deplorável com a minha mãe puta antes de eu nascer. Talvez tudo para me fazer ser uma pessoa humildezinha, olha que lindo, não é? Afinal de contas, não tem como alguém no Brasil ser negro, pobre, filho de uma puta, feio, que não atrai ninguém, homossexual, com pouca força mental, preguiçoso, medíocre no trabalho, ter a possibilidade de humilhar alguém, tem??? Eu não tenho força moral para destruir moralmente ninguém, nem que eu quisesse, notaram? Se eu boicotar alguém, esse alguém nem liga pois sabe que eu sou literalmente um filho da puta. Tudo se volta para me conceber como aquele sem potencial para ferir. Aquele que nada pode contra ninguém. Se eu deixar de gostar de alguém, ninguém nem liga. Aquele que é incapaz de atrair quem gosta. Esse cara sou eu.

A minha missão é ser um merda então. E os outros homossexuais iguais a mim, talvez tenham uma missão bem parecida. Gente, por isso cada vez mais eu tenho curiosidade pelos meandros da morte.

E você , o que acha? Você faria como Sirlene se tivesse um acidente grave? Barganharia condições para a sua volta ao mundo cão?

Só sei que esse cara do vídeo poderia ser exatamente eu, a diferença é que ele bateu seis milhões de acessos no Youtube, não é tão merda assim, eu fracassado como eu sou, não conseguiria esse feito nem morrendo e nascendo umas 100 vezes:

Tirando isso, eu sou esse cara nessa música do vídeo, vai ver que ele como fala Michael Newton, deve ser uma alma paralela à minha, a conhecida reencarnação múltipla e simultânea.