A autossexualidade do tesão por si mesmo…

É muito comum nesse mundo da homossexualidade encontrar ‘psicólogos’ de plantão prontos a lhe dizer que todos os seus problemas mundanos são oriundos da falta de você gostar de si mesmo, na verdade eles repetem isso feito uns papagaios devido aos inúmeros livros de autoajuda que leram, em um monte deles se afirma que a infelicidade é originada na falta de amor próprio e que dando uma de Narciso tudo magicamente na sua vida se resolverá do dia para a noite. Para piorar, também é vendida a ideia de que todo viado não se gosta…

Bom, por tudo isso, quando me acontece o que eu irei descrever abaixo, eu começo a rir por puro deboche imaginando literalmente as pessoas envolvidas nas situações em que eu descrevi mais acima.

Nesses dias eu fui comprar algumas roupas, notei que apenas as mais modernas e masculinas me agradavam e combinavam comigo, levei as roupas para casa , cheguei em frente ao espelho e quando fui ver estava eu vestido com as tais roupas, reparei que se tratavam de roupas de jogadores de futebol mas sem símbolos de clubes ou números… E para o meu espanto, qual não foi a minha reação ao notar que eu estava excitado por mim mesmo? Sim, eu tava querendo dar pra mim mesmo!!! Pasmem!!!
Se eu estivesse comprado aquelas chuteiras caras da Nike, eu garanto que teria um orgasmo ali mesmo! Só não comprei um par pois em casa iam desconfiar que eu tava sustentando algum macho que me extorquia mediante à ameaças ou que eu era um depravado cheio de fetiches…

O fato é que eu me senti um autossexual (pessoas que se atraem por si mesmas) , e modéstia à parte, eu arrumadinho de forma bem asseada vestido com uniforme de futebol , fico um tesão, eu olho as minhas pernas e pés e fico com vontade de me chupar! Vai ver que é por isso que todo hetero me detesta, eu tenho ‘casquinha’ de hetero, sei lá… Tratei de tirar aquela roupa e nem sair com ela na frente dos outros, aquilo tava me dando uma identidade de algo que eu não sou…

Sabe, em todo emprego que usa uniforme eu sempre me preocupei com isso pois uniforme e farda ameniza a minha feiura e me torna atraente a um público que eu não quero ter: mulher e gay. As mulheres ficam lhe pedindo favor o tempo inteiro com aquela simpatia que você nota ser outra coisa, os gays lhe olham com um brilho no olhar, nessas situações a minha feiura até que me ajuda a passar anônimo por esse pessoal.

Sabe, quando eu tinha uns 17 anos, eu morria de medo de ter que servir ao exército e ter que sair nas ruas fantasiado com aquelas roupas deles: quepe e bota, eu vejo um monte de adolescente assim em Osasco, certamente eu ficaria muito tesudo trajando essas roupas embora eu não goste da cor verde e tendo essa cara séria de poucos amigos que eu tenho pela minha vida ser uma merda, creio que eu fardado iria causar muito alvoroço ao passo que a minha natureza seria ferida. Tudo bem que a roupinha possa deixar um ‘hetero’ tesudo mas agride a minha natureza gay/feminina, eu me sinto falso, enganador, sendo aquilo que eu não sou, nem vontade de comer ninguém eu tenho, pra que vou me portar como se fosse um hetero?

Uma vez para causar no Orkut, um dos meus colegas, sabendo que eu era fã da polícia militar, me emprestou escondido um uniforme da PM, eu coloquei e tirei umas fotos, nossa, eu fiquei com maior cara de ‘sádico ruim’, fiquei com um tesão desgraçado em mim mesmo.

Nunca soube de um gay ou uma lésbica que tivesse isso.
Sei lá, eu acho que sou doente…

4 thoughts on “A autossexualidade do tesão por si mesmo…”

  1. Comigo isso não rola, pois eu só me sinto atraído pelo oposto da aparência do meu corpo. Sou magro, altura mediana. O que me atrai é tamanho, fico doido por homens grandes, com corpo grande, costas grandes, braços grandes, pés grandes, nossa!!! Não curto malhado, barriga trincada. Gosto quando o cara tem um corpo grande natural. Não consigo me atrair por novinhos também, no mínimo tem que ter mais de 30 anos.

  2. Tenho ódio quando héteros falam “me apresenta sua amiga, te apresento um amigo meu gay” eu fico pensando: “ok, te apresento uma amiga minha, vcs se conhecem, transam e o que eu ganho em troca? Um gay. Porra, sério? Quer apresentar um gay pra mim pra quê? Pra gente virar bff? Me poupe, caralho. Quero é macho de verdade”

    1. Caralho, resumiu o que penso. Eu tenho pavor de amigos que sabem que sou gay e vem com essa de apresentar amigo gay pra mim. Sempre são caras mais femininos que a boneca Barbie. Quando vem com essa de pedir pra eu ajeitar mulher eu solto logo: “no mínimo um boquete que eu iria fazer em vc.”

      1. Nossa, sim! Eles devem achar que a gente se atrai por esses afeminados, eu hein! Eles apresentarem um amigo hétero curioso pra gente que é bom, nada! Pior ainda é hétero que paga de desconstruído, tipo “não tenho preconceito com gays, sou mente aberta, agora me apresenta aquela sua amiga” como se tivesse fazendo um favor pra gente em não ser homofóbico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *