Por que ninguém fala comigo no Whatsapp? Respondendo…

Por que ninguém fala comigo no Whatsapp? Bom eu vou responder mas antes eu gostaria de comentar sobre um post que eu recebi mais uma vez a ideia de um leitor dizendo que esse

blog/site aqui poderia ter um grupo no Whatsapp para compartilharmos as nossas ideias e nos divertir um pouco, ele falou isso devido a uma vez eu ter reclamado aqui que todas minhas amigas recebem foto de rola e eu não. Eu também já recebi ideias de outros usuários para fazer um grupo no Telegram mas não o fiz e vou falar o motivo, espero que entendam:

Primeiramente quando eu me queixo que as minhas amigas recebem foto de rola e eu não, por mais tom de brincadeira que isso tenha, não é algo tão simples, na verdade eu não quero ficar recebendo fotos fálicas automatizadas de grupos de putaria, ainda mais que o gosto que eu tenho por homens é bem diferente dos gays convencionais, enquanto a maioria dos gays gostam de fotos de homens que têm cara de mulher fata,l untados de óleo jonhson  fazendo pose de diva vitoriosa puxando uma das sobrancelhas pra cima,usando sunga branca em uma praia qualquer, eu já gosto de homens extremamente simples e autênticos como Lionel Messi, aquele homem que é simplesmente um cara e que não quer ser diva nenhuma mas que tem prazer em ser homem, nada mais.

Ok, mas nem é esse o problema, mesmo se eu criasse um grupo de Whatsapp onde só mandassem fotos de heteros que eu gostasse( vejam o estilo de heteros que eu gosto clicando aqui) , ainda assim seria apenas um grupo onde todos mandam fotos por mandarem, diferentemente das minhas ‘amigas’ que os homens as encontram PESSOALMENTE num dia e no outro já estão lhe mandando fotos do abdômen e do pau. Não é a foto do pau que me impressiona necessariamente mas o poder de exercer fascínio descomunal em uma pessoa a ponto de faze-la mandar fotos íntimas dela e não catadas por aí no Google,  para você! É isso que eu queria! Catar fotos de pau em Google, eu mesmo posso fazer. Entrar num grupo frio de pornografia no Telegram ou Whatsapp pra ver fotos de sexo, eu também posso, mas é algo frio, automático, não é pra mim, é algo tipo mala direta. As minhas amigas recebem fotos de caras que elas mal conheceram diretamente para elas, o cara se esforçou pra ir lá em frente ao espelho, tirar uma foto dele , pesando exclusivamente em agradá-la ou impressioná-la, o cara aceitou correr um risco forte tentando cortejar uma pessoa pelo Whatsapp usando a sua foto real, é uma prova de coragem, força e audácia uma pessoa mandar fotos íntimas sua para uma outra que ela conheceu pessoalmente. Eu amo essas características em um homem! O cara se arrisca pois intrinsecamente aquela pessoa vale a pena pra ele. É quase como se fosse um presente!

Agora os homens brasileiros que eu conheço, quando são do tipo que eu gosto, nem confiança me dão, me evitam ao máximo, saem correndo de mim como o diabo foge da cruz, eu sinto essa frieza e esse desprezo diariamente, os homens que eu gosto parece que sentem o meu gostar e não falam comigo, me evitam e gostam de ostentarem as suas malditas namoradas a mim.

Veja o caso daquela mocinha loira , a Najila, ela entrou no instagram de uma mega estrela privilegiada pela vida como é o Neymar , falou com ele, não só ele respondeu como bancou a viagem dela para a casa dele na França para namorá-la!!! Vejam só!
Eu gostei de um jogador por vários anos, bem menos famoso, consegui o telefone da casa do pai dele, cuidei do domínio do site dele e até tenho o Whatsapp real da namorada dele(a boca de coringa) , fui e conheço a casa onde ele ia visitar a sua namorada, eu vivi dando em cima dele, puxando assunto com o empresário dele, e ele nunca me deu nem um OI !
Até nos sonhos ele me desprezava !
Por que? Porque eu sou gay, feio, pobre , não tenho buceta! Hoje o infeliz engravidou a vagabunda, tá pra se casar com ela e eu tou emocionalmente destruído, acabado e humilhado.

Eu queria ter o carinho, o ciumes e a atenção de quem eu gosto, eu queria saber como é a sensação que é ser quisto! Não tenho porque sou gay.

Agora porque eu eu não tenho grupo disso aqui no Whatsapp? Quando um blog é muito pequeno com poucos leitores isso torna-se prejudicial pois as pessoas ficam centradas nas redes sociais e não prestam atenção no conteúdo do seu blog. Eu criei esse blog para eu desabafar e expor problemas que ninguém conhece e que eu julgo que precisam conhecer.
Teve uma vez que nós tínhamos  um grupo no Facebook referente a esse blog e o que acontecia? As pessoas só sabiam dar curtidas lá em fotos de homens mas nunca vinham aqui conhecer o nosso texto, os nossos problemas, era só um oba oba de ficar curtindo e mais nada. Ou seja, o grupo no Face competia com a própria página que o criou, não dá! Com o Whatsapp aconteceria a mesma coisa: as pessoas iriam ficar presas à dinâmica do software e não iriam ler esse site, então por enquanto eu gostaria que tudo ficasse centralizado aqui!

E finalmente eu digo: no Whatsapp só me mandam correntes automáticas ou pedidos interesseiros, as pessoas não querem contato com alguém que não represente sexualmente nada para elas, as pessoas não querem contato com alguém que não tenha aquilo que elas buscam, as pessoas não querem contato com alguém vegetariano e que não curte TV nem futebol, as pessoas não querem contato com alguém que é velho, as pessoas não querem contato com alguém que não tem grana, as pessoas não querem ter contato com alguém que caiu no ostracismo social. Por acaso você vai lá tentar ter algum contato social por prazer com um morador de rua? Não! Porque ele lhe incomoda, ele representa algo indesejável para você e que os seus amigos não podem ver você se misturando com ele, da mesmíssima forma acontece com nós gays que não se atraem por outros gays.

Somos OS EXCLUÍDOS!

 

3 thoughts on “Por que ninguém fala comigo no Whatsapp? Respondendo…”

  1. Oi! Nossa esperava que você fosse demorar mais para responder :0 como você não se identificou no email, vou te chamar de “Rohm” como aparece aqui no blog (e não site, já que li muitas histórias suas aqui e agora já sei como chamar). Admito que fiquei triste com algumas feliz com outras e até dei umas risadas de 99% das coisas que você conta aqui. Pode ser que isso não seja nada ou só algo bobo da minha cabeça, mas por coincidência acordei do nada (mentira acordei com fome) uns 5 minutos depois de você ter respondido o meu comentário, talvez isso não seja nada ou pode ser que seja algo relacionado a “vidas passadas” não que eu acredite muito nisso. Pra falar a verdade eu também não acredito em muitas coisas atualmente nem em Deus nem no diabo, pois não concordo com muitas coisas que acontecem aqui na terra com gays ou qualquer tipo de coisa. Além dois pensamentos exclusivos que apenas eu terei como por exemplo: “se Deus criou todas as pessoas, por que ele faria ou pra falar a verdade PERDERIA tempo criando alguém gay que possivelmente nunca será feliz? Qual motivo de criar alguém que vai contra os padrões do que ele mesmo definiu? As vezes me sinto indo “contra as regras” de Deus, mas logo a seguir tento refletir mais um pouco sobre muitas coisas que acontecem no dia a dia, com as pessoas, na vida e posso talvez concluir que Deus não exista. Nunca mesmo esperei que um dia eu possivelmente seria um Ateu. Sempre achei estranho uma pessoa que não acreditava em Deus, eu pensava comigo mesmo: como uma pessoa não pode acreditar em algo tão tanto poder quanto ele? E hoje eu sou exatamente essa pessoa, que um dia já rotulei como “estranha”. O mundo realmente da voltas, Rohm realmente espero que esse meu tempo que perdi escrevendo esse texto enorme para alguém que sinceramente, sinceramente NÃO, sem dúvidas sou eu daqui a 30 anos não seja pra nada. Entendo perfeitamente a sua decisão sobre o grupo do WhatsApp, realmente o foco seria tirado daqui do blog (novamente mostro que li muitos dos seus textos e agora já sei como se referir a ele). Mas enfim… Todos nós precisamos nos abrir em algum momento da vida quando necessário, acho que após tudo o que você passou, você ainda não tem alguém que você possa desabafar melhor do um simples teclado e um site hospedado em algum lugar por aí, mas não sou tão burro quanto possa parecer, vi que o seu domínio foi criado exatamente no dia 06/05/2018 a um ano atrás. E a pergunta que te faço: o que você aprendeu ou posso “adquiri” dos seus leitores após esse longo tempo? Talvez mais raiva ou 2 a 5 minutos perdidos com comentários tão bobos que colocam aqui? Pode parecer muito estrando dizer isso, mas as vezes a tristeza ou solidão podem ser boas em alguns casos, mas sabe porque? Simples! pra tudo precisa ter um lado contrário… não existiria felicidade caso não houvesse a tristeza, do mesmo jeito que não existira pessoas bonitas se não existissem as feias (como você mesmo diz aqui no seu blog), então pensa só por um instante: se você não estivesse nessa tristeza profunda (e bota profunda nisso. brincadeirinha rsrs) você nunca saberia distinguir a felicidade, já que o oposto nunca teria existido. Gosto de pensar da seguinte forma; uma fila com 1.000.000 de pessoas, todas passando por uma classificação que definirá a vida de cada uma delas, 30% de todas essas pessoas serão ricas, logo 70% serão pobres. Dessas mesmas 1.000.000 de pessoas 80% serão feias e os demais 20% serão bonitas, Dessas mesmas 1.000.000 15% vão vir com dom para o sucesso, já o restante 75% vão vir com designados ao fracasso. Mas se não existisse a parte “ruim” da história, a parte boa nunca poderia existir. A vida é como uma balança, se não existe ninguém que fique no parte mais baixa dela, ninguém poderá ficar no topo. E exatamente nesse momento que volto a refletir se Deus realmente existe, pois qual seria o motivo dele criar uma pessoa que já seria contemplada com os 20% da beleza, e cai entre nós que quando alguém é bonito tudo na vida dela fica muito mais fácil, tanto na vida quanto no trabalho. Se o cara/moça são bonitos logo de cara já vão ser mais felizes desde a infância, vão ter uma alto estima lá no topo do monte Evereste, na escola vão ser muito mais felizes, na hora de arrumar um emprego vai ser moleza, fora que se aparecer alguém muito rico querendo casar com alguém ele claramente vai escolher exatamente esse bonito, que desde o dia do nascimento teve a vida muito mais feliz do que o excluído e triste feio. Porque alguém tem que sofrer tanto para que o outro possa ser tão feliz e bem sucedido na vida? A vida é uma incognita, uma cubo mágico, não! mágico não, isso aqui que podemos chamar de vida só é mágico para quem é bonito. Já gostei de muitos heteros na minha vida, principalmente dos caras que chamo de “paixão de 2 minutos”, sabe quando você vê alguém na rua e você se apaixona por ela instantaneamente? Então exatamente isso que digo, já me apaixonei pelo filho do dono e pelo supervisor da empresa que trabalho ainda hoje, e algo triste de se notar e que somente as pessoas bonitas são “vistas”. Quando comecei a trabalhar lá, tinha uma amiga, muito bonita não vou mentir… e tudo na vida dela parecia ser tão fácil devido a beleza dela, tudo parecia ser tão intenso e especial, exatamente por causa da beleza dela. Sempre me imaginei com o filho do dono da empresa, já que ele é aquele hetero padrão que podemos dizer (lindo, jeito másculo entre mil e umas coisas que não posso ficar aqui escrevendo até amanhecer) mas no final das contas com quem ele ficou? Sim! exatamente com a minha amiga bonita e com a vida bem sucedida e eu como sempre continuei sendo um excluído na vida. Ela ia na casa deles (os donos da empresa), saia, viajava com eles, o filho do dono da empresa levava ela pra empresa de carro, pagava almoço, tudo o que nós nunca vamos ter nem 1%, algum tempo depois ela saiu da empresa, e mesmo assim o “pô da felicidade” parecia continua a cair sobre ela, conseguiu um emprego melhor que o meu atualmente, e não duvido muito que daqui a uns 5 meses ela consiga um cara muito rico, bonito e bem sucedido como ela, que também sempre foi de certa forma privilegiado desde o nascimento, até a morte. Com certeza será aqueles marinheiros ou comandantes que estão a procura de alguém para casar? Então… quem mais uma vez vai se dar bem na vida, ela? Rohm, realmente estou cansado, e preciso dormir. Já que tenho a vida como você; durmo, como e trabalho. Mas realmente gostaria de conhecer melhor, acho que você e até eu mesmo precisamos criar essa amizade, mesmo que seja a distância. É melhor do que nada, ou estou errado? Eu me considerava muito exclusivo e único no mundo até ontem. Sempre pensei: “será que existe alguém como por aí vagando na terra?”. Se existir, onde será que essa pessoa vai estar? Na Índia, Amsterdã, no Cazaquistão ou talvez na Islândia? E talvez a minha pergunta tenha sido respondida: EM SÃO PAULO, logo ali seguindo a rua até o final, virando a esquerda, depois a 4 direita, seguindo reto, virando de novo e de novo. Mas ao menos não é na Islandia ou Índia, e sim no Brasil, onde ao menos vou poder te entender bem. Queria escrever mais coisa, mas realmente preciso dormir. Rohm, nem vou reler todo o texto pra ver se tem erros devido ao cansaço, mas depois de tanto que escrevi aqui, pode até ser que eu tenha escrito mais do que você aqui em um tópico seu (espero que o nome seja esse), mas acho que você já pode me passar o seu número do WhatsApp, talvez? Ou o celular, pra conversar por SMS rsrs, mas realmente de coração, acho que você precisa desabafar com alguém que possa te responder, não que aqui no blog você não tenha uma reposta, mas é muito vaga… Depois de tudo que escrevi aqui, ainda acha que não mereço o seu telefone? O que acha de ter uma pessoa para chamar de amigo, ou amiga ou piranha como você quiser, não me importo e conversar pelo WhatsApp? Essa simples caixa de texto que você colocou em seu blog não é o suficiente para tantas coisas que quero dizer. Acho que mereço o seu telefone, depois de me expor tanto aqui no blog, e sinceramente se humilhar também né. Não faça comigo o que tantos heteros fizeram com você. O não eu já tenho, mas quem sabe o sim?…

    1. Caro amigo,

      Obrigado por ter dedicado tempo a dar uma resposta desse tamanho, as vezes pode não parecer mas eu leio todos os posts que me mandam, eu não respondo todos pois nem todos precisam de resposta alem do mais os participantes sempre se sentem mais a vontade quando o moderador do local não aparece.

      Vamos começar pelo fim:
      De maneira alguma eu estou lhe tratando feito os héteros que eu gosto me tratam, ele nem se quer perderam um mísero minuto da atenção deles para pelo menos tentar me entender sem compromisso, eles sempre foram grosseiros ou me desprezavam mais do que a bactéria do cocô do cavalo do bandido. Nunca! Mas nunca mesmo eles perderiam o tempo deles me mandando um ‘texto’ com mais de duas palavras a não ser se fosse uma clássica ameaça de morte com requintes de crueldade para me amedrontar.

      Whatsapp, Telegram e redes sociais só servem para esfriarem as relações, você adiciona alguém, conversa e depois de um tempo fica de saco cheio de mandar e receber mensagens, perde-se o encanto, alem do mais essas coisas não se pedem assim, é tipo você pedir pra fazer sexo com alguém que encontra na rua logo de cara. Eu sou uma pessoa de gênio difícil e não me sinto muito bem de fazer aquilo que as pessoas insistem que eu faça, eu sou igual a um felino selvagem, se eu sentir clima para me aproximar , eu me aproximarei, caso contrário, as pessoas olham de longe e paciência. Eu entendo a sua vontade de aproximação mas isso eu não negocio, o blog já está aqui justamente para ser um centro de encontro de pessoas com o mesmo problema, alem do mais, esse negócio de amizade com a idade, sexualidade, condição e aparencia que eu tenho, não duram.

      Eu tive uma amiga com jeito de travesti bem efusiva e feliz que me conheceu em 2006 através do Orkut numa comunidade de autoajuda do Luiz Gasparetto, nós éramos muito fãs dos conselhos dele e até já fomos em seu programa, tudo bem que eu já conhecia o Gasparetto muito antes que ela, desde 1994, mas foi em 2006 que nós nos encontramos, essa minha amiga foi exatamente como você, quis meu telefone, meus contatos e tudo mais, eu dei e aos poucos fomos tendo um contato maior, até o nível de nos conhecermos pessoalmente, bem, hoje em dia devido ao meu gênio, ela não fala mais comigo, a ultima vez que falei com ela foi quando o Luiz morreu, mesmo assim ela me tratou com um certo nojinho por eu não ficar toda hora paparicando ela, eu sou meio estrela mesmo, com tantos anos sendo desprezado por quem eu gosto, acabei ficando meio distante mesmo.
      Mas não foi a única vez que isso aconteceu, eu conheci antes mesmo dessa minha amiga, uma outra menina ainda mais simpática e carinhosa, ela me conheceu no programa Chupim da rádio metropolitana em 2000, foi também exatamente igual a você, depois que se formou e ficou ‘adulta’ foi se afastando, tentei até retomar a amizade e ela me deixou falando sozinho num momento que eu estava precisando.
      Antes dessa menina também havia um gayzinho que também me conheceu pelo programa de rádio Chupim, novamente ele pediu os meu contatos, trocamos, até nos conhecemos pessoalmente no antigo shopping westplaza em 1999, nos falávamos pelo ICQ na internet, depois de um tempo ele não falava comigo, tentei reencontro e ele me bloqueou. Sabe, é por isso que nessa idade que eu estou amizade não me interessa mais, isso eu já sei exatamente como vai terminar: passa-se a curiosidade a meu respeito, você nem assunto vai mais ter pois o Whatsapp é uma máquina de esgotar assuntos e aí nem falar mais você vai falar. Daqui a dois anos ou menos você nem vai mais suportar tentar falar comigo. Ou seja, amizade não existe, o que existe é vontade de se distrair com algo novo.

      A respeito do desprazer que é viver na terra versus o amor, realmente nesse mundo vivemos a dualidade das coisas: o amor para existir precisa existir o ódio, a pobreza para existir precisa existir a riqueza, a beleza para existir precisa a feiura, para existir a amizade precisa existir a exclusão e assim por diante, as pessoas vivem em armadilhas de dualidade, quem fica valorizando tanto o amor, acaba na verdade também valorizando o ódio, afinal se não existisse o ódio e o desprezo, não seria sólida a percepção do que se chama de amor. E sinceramente, cada vez que eu percebo esses jogos e armadilhas, mais eu tenho vontade de sair deles, por isso eu acabo ficando isolado mesmo!

      Referente à ideia de Deus eu acho uma coisa profundamente infantil, eu já passei dessa fase de ficar tentando perceber o mundo pelas baboseiras que a religião ensina, você pode ver que existem várias religiões no mundo, todas elas, mesmo com pontos de discordância entre si, afirmam que estão certas com toda propriedade do mundo. O ser humano quer dar explicação para tudo, ele quer entender tudo, quando não entende, inventa uma maneira de explicar como por exemplo atribuir aquilo tudo que não conhece a deus.
      Pelas experiências de quase morte que eu ando estudando, essa coisa que as pessoas chamam de deus, parece ser mais uma máquina super avançada de controle ou uma estrela que alicia as pessoas lhe dando o que elas mais querem: sensação de amor. Então eu não sei se existe, algo depois da morte, mas se existir, as coisas podem ser bem mais diferentes do a religião tacanha e ultrapassada prega. Portanto, ao meu ver, ficar seguindo ensinamento de gente tosca só remete à tosquidão.

      E pra finalizar, tudo bem que no mundo a minoria é feliz graças à maioria que está na merda, ainda mais no Brasil, isso é gritante. Mas eu até hoje, na minha vida emocional, só vivi na merda, nunca existiu uma exceção à regra, nunca! Não existe equilíbrio, só existe eu me dando mal sempre, então eu não quero apoiar esse jogo, ele só está me ensinando a ser cruel, rude e ruim, nada mais. Se eu pudesse sabotá-lo, o sabotaria.

  2. Voltei Rohm… Não se preocupe, não vou sugerir criar o grupo do WhatsApp de novo, entendo a sua decisão. Mas espero que um dia você possa abrir seu WhatsApp, clicar na minha conversa e ver como um portal para outra dimensão onde só você e quem responde exista. Sem heteros, sem gay, sem bi, sem pessoas, sem qualquer coisas, apenas dois humanos enviando letras pela internet. Sinta-se a vontade para transformar a minha conversa no seu livro online com respostas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *