Os rapazes heterossexuais que eu gosto e a véspera de natal de um gay como eu

Em primeiro lugar você tem que aguentar a sua mãe ouvindo em todos canais de TV que ela sintoniza aquela música maldita de natal da Simone junto com aquela outra das casas Marabras daquela dupla sertaneja bolsonarista toca. É serio, quem conhece sabe do que eu estou falando, da vontade de vomitar!

Lá na firma onde eu trabalho a maioria esmagadora é hetero e sabe como é que é né? Hetero tem aquele costume medonho de todo mundo que ele mal conhece já quer apertar a mão. Nos natais e finais de ano então, esse costume chega à exaustão , todo hetero vem lhe desejar ‘feliz isso, feliz aquilo’ robotizada, da mesma forma que faz com o aperto de mão, mas também não passa disso! Eles não lhe chamam se você é gay para um evento na casa deles. kkkkkk!
Bom então eu retribuo todo desprezo e ódio que eles me dão o ano todo de forma velada tendo a coragem de não cumprimentar ninguém, enquanto todo mundo fica desejando ‘feliz isso’ e ‘feliz aquilo’ naquela melação de cueca insuportável, eu passo direto, não falo nada, vou embora sem dizer nada! Eu posso vos assegurar que é mó bom ter o gostinho de retribuir essa pequena fração de desprezo que esse povo nos reserva, é delicioso!

Tem um cara no meu trabalho que ele é bonitinho, sem querer eu olhei pra ele e ele já ficou de cara feia pra mim, claro, se ele é um hétero bonito e pegador, na cabeça dele é claro que eu iria querer te-lo a qualquer custo, ele tem um jeitinho de psicopata até mas já tomei antipatia pelo rapaz, quando ele vem por um local eu já desvio pra outro, teve um dia que o cretino veio perto de mim falar com um amigo dele, só para eu escutar que ele havia levado uma menina para a cama dele e que o perfume dela ainda havia ficado na cama e que por ele notar isso até hoje, já se acha apaixonado. Nossa! Como eu achei isso ridículo! O cara mora com o irmão e divide a cama com uma vagabunda que parece usar aqueles perfumes horríveis e adocicados que nem ácido sulfúrico consegue retirar o seu odor, o típico perfume de mulher de ‘casa de tolerância’ , que nojo! Sem falar que o irmão dele deve comer a vadia todo dia quando ele tá no trabalho, família hétero é assim: um comendo o outro às escondidas porque a fartura é excedente. Nossa! É serio! O cara é bonitinho mas com essa história de perfume de vagabunda na cama de irmão com quem ele partilha o aluguel , eu tomei nojo, sei lá, eu mereço coisa melhor! mesmo que eu não tenha tido nunca alguém.

Também nesse dia nojento aproveitei para bloquear o vagabundo do cara que eu gostava nas redes sociais, o infeliz vivia no instagram exibindo a vagabunda da mulher dele e a filha maldita que ele ganhou, tipo um troféu!  Ah vá se foder! Ser humilhado as vezes cansa! Cansei! Pegue ele e a mulher dele junto com a vaca da filha e vão todos para os quintos dos infernos ostentar a sua riqueza sexual e financeira no colo do capeta!

Agora olhem esse rapaz da foto acima, vejam, esse rapaz tem um sorriso forte, lindo seguro e ao mesmo tempo natural, seguramente ele é heterossexual, não existe gay que tenha essa luz de forma masculina e sexy ao mesmo tempo que ele tem. É por caras como esse da foto que eu me apaixono, eles são da realeza heterossexual, caras assim me causam atração naturalmente, sem precisar muito esforço. Eu fico olhando as mãos dele imaginando como seria o pau dele. Sim, adoro cara assim, com mãos assim, com olhar forte natural ao mesmo tempo. Sei lá, eu fico olhando a figura de um rapaz assim e aí eu penso: nunca eu vou poder ter alguém, quanto mais assim, exatamente do jeito que eu gosto para pelo menos poder transar, são por esses tipos que nós gays tiramos a nossa vida por desgosto. Você acha que se um cara desse me desse um fora eu não iria tentar alguma coisa contra a minha vida? Claro que eu iria! Iria me jogar num carro , pular a janela, me enforcar, tomar veneno, enfim, eu não suportaria!

 

 

7 thoughts on “Os rapazes heterossexuais que eu gosto e a véspera de natal de um gay como eu”

  1. Bem em relação ao Natal nem comemo mais essa data inventada. Pra mim foi como outro dia qualquer. Fiquei em casa sentado e assistindo tv. Agora os héteros nossa… esses daí tem motivos para comemorar, no ano inteiro as meninas escolheram os cara que elas queriam ser seiadas e os meninos também comiam a quenga que apareciam. A gente bem… trabalhava como sempre. Por isso que eu acho de tanto alvoroço e claro… No ano novo vai ser pior pq é o primeiro sexo do ano.
    E em relação aos meninos que te desprezam no trabalho isso ta me parecendo um pouco de racismo não? Teve uma vez que voce fez um texto em relação ao Spartacus que era gay e negro e como ele era desprezado. Acho que é o mesmo filme mas tem um agravante… Você não é rico. Ser preto, gay que gosta de héteros e pobre eleva a antipatia das pessoas a 1000 potencia. Eu sou um cara que chama atenção de mulher e gay mas gosto só gosto de héteros que não me dão bola mas eu percebo não tanta antipatia e ódio mas sim desdém, descaso. ou seja um belo de um fo**-s* deles sabe como se eu não existisse. Eu to começando a desconfiar que isso é mais do que ódio a gays é como se fosse algo a mais, o cara chegar perto de você e falar que comeu a fulana pra te deixar mal é muita psicopatia pra mim.

    1. Pois é, eu também acho esse carinha psicopata sim, e pra falar a verdade, tenho quase certeza que ele é pois a chefe dele estava em reunião com ele e eu cheguei a escutá-la dando um conselho a ele para que ele não ficasse guardando todas tarefas complicadas pra si, ela o instruiu a compartilhar os problemas quando eles acontecerem. Acontece que psicopatas são muito espertos, eles não vão levar problemas aos chefes mas sim ‘soluções’ para eles serem bem-vistos, sem falar que para psicopatas, muitas coisas que pra nós é um problema, para eles não é pois eles não têm remorso ou freio moral, enfim, o cara é bonitinho mas não se abala com nada, não fala nada nas reuniões, só observa a vítima, eu tenho é dó da patroa dele! Além do mais o tiro saiu pela culatra se o intento era me magoar: agora sempre que o vejo, fico rindo mentalmente da cara dele imaginando o perfume barato que essa vagabunda deve ter usado pra não sair da cama dele até hoje. Deve ser aumisca kkkkkkkk!

      Referente ao racismo, ixi, estou pra lá de acostumado, eu posso dizer que sou um ‘combo’ da natureza com todos os planos que se tem direito para ser descriminado, antes de eu ter nascido eu deveria ter pedido também para nascer judeu ou nordestino para assim fechar com chave de ouro, afinal eu tenho quase todos os motivos do mundo para me descriminarem, do jeito que eu sou, eu ficaria petrificado de medo se alguém gostasse de mim. kkkkkkkkkkkkk

  2. Seu blog é super interessante e me identifico com algumas coisas que você diz. Tipo, eu sou gay e tenho meio que uma “dupla personalidade sexual”. Tenho tesão tanto em ser ativo, como em ser passivo.
    Na minha “personalidade de gay ativo”, minha atração é por bundas masculinas, ou seja, sinto atração por homens gays e os enxergo como pedaços de carne feitos para penetrar e copular. Já na minha “personalidade de gay passivo”, eu sinto atração apenas por homens héteros, assim como você, tenho tesão em homens que exalam masculinidade e escrotidão e que possuem como fraqueza uma boa buceta. E assim, quando sinto vontade de comer uma bunda, eu me relaciono normalmente com homens gays (sendo apenas ativo), entro em aplicativos de pregação e etc. Já quando amanheço com vontade de botar uma piroca de um macho hétero na boca e na bunda, pego meu carro e vou atrás de um cafuçu pobre (em geral na periferia) e dou dinheiro, presentes (geralmente dou chuteira, video game e outras coisas que hetero gosta) em troca de sexo. Uns topam apenas deixar pegar no pau, uns topam receber oral, outros topam tudo e outros não topam nada. E assim eu satisfaço meu apetite sexual.
    Ah, outra coisa, eu ainda não li todas as suas postagens, então não sei se você já tratou desse assunto, que é das mulheres trans/travestis, geralmente as mais femininas (sobretudo as que têm próteses mamárias e silicone na bunda), que possuem grande facilidade de seduzir um macho hétero. Tenho amigas trans que são super femininas e conseguem com facilidade dar pra militares, jogadores de futebol e outros tipos de héteros extremos. Inclusive, vão pra porta do batalhão do exército se oferecer pros recrutas e com muito sucesso.
    Enfim, por me identificar com suas postagens, decidi compartilhar minhas experiências. Seu blog é interessante demais. Aguardo sua resposta! 😉

    1. Olá Leo!
      As únicas vezes que eu falei nesse blog sobre o assunto ‘trans’ foi sobre a minha experiência de ver os tipos de homens que saem com eles, eu reparava muito nisso quando eu morava em 2000 na rua Amaral Gurgel em São Paulo e via alguns lá, os homens que queriam sair com eles não eram nem um pouco atraentes, eram sempre aqueles tipos com barba mas com cara de tia velha indiana… Já aqueles que me davam um tesão louco: ou eram aqueles de torcida de futebol que mijavam na minha porta ou era aqueles que zoavam demais algumas trans. Nesse blog eu relato mais coisas que me deixam triste e que eu gostaria que o mundo soubesse que acontece.
      Eu conheço gays como você que fazem isso que você faz, alguns até mais ousados, embebedam o cara para depois fazerem o que quiserem com ele.
      Eu realmente não me meto na vida sexual dos outros, mas pra mim, isso não dá, se o cara quiser me pegar em troca de alguma coisa, o tesão acaba na hora, sem falar que eu sou genioso, já perco a linha fácil se vierem me pedir alguma em troca de sexo.

      1. Entendi!
        To gostando do seu blog. Acabo de me tornar um leitor oficial. Rs
        Sempre que achar cabível, comentarei em suas postagens. Ah, e já assisti a alguns vídeos seus no canal do YouTube também.
        Sucesso, querido! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *