O homossexual , o badoo e a matrix

Como é horrível saber que você está condenado por uma limitação do seu corpo. Por isso que qualquer indício de doenças grave que eu tenho, eu nem trato mais. Eu quero mais é me libertar dessa desgraça!
Eu entrei ontem no Badoo e fiquei dando em cima, implorando sexo, querendo confiança de todo rapaz que me atraia, eles com um ar de “ética” e daquela dissimulação que se usa quando se quer parecer educado, diziam: “ah, nada contra, mas eu sou heterossexual, gosto só de mulheres”. Ah, isso é muito humilhante, a pessoa se faz de educada mas sente um prazer enorme em lhe dizer psicologicamente: “foda-se! o problema é seu! eu tou numa boa e isso que me importa!”

Depois o Badoo me bloqueou, afinal eu comecei a xingar de ódio as pessoas sagradas que tinham nele, tinha mulher que entrava lá que é uma rede sabidamente de namoro e sexo e que dizia ter nojo de receber cantadas, isso sendo dito pra um público masculino enorme, imagine então se não tivesse nojo! estaria o que? na zona então? Pois é, enquanto a tal mulher esnobava , eu estava lá querendo arrumar um cara bonzinho mas que me atraísse, só encontrei caras tão gays como eu, eu não sinto atração por pessoas iguais a mim, eu acho que ninguém realmente sente. Eu não queria ficar como os homossexuais comuns que forçam uma atração efêmera pelo outro só para terem fast sex, não é isso que eu quero. Eu queria alguém que mais me desse vontade de dar um abraço apertado e carinhoso do que alguém só pra fazer um sexo robótico. Claro que eu queria sexo também, mas nas minhas condições, não tenho nem como exigir um aperto de mão, quanto mais sexo e outras coisas.

Eu fiquei realmente muito triste com o Badoo que me apontou aquilo que eu já sabia: nem aqui nem no inferno, existe alguém que me cause admiração, carinho e vontade de estar perto , que goste de mim. Isso não existe no Brasil, não existe na Alemanha, não existe em nenhum canto do universo. Pensando nisso eu fui conversar no whatsapp de um pastor evangélico que teve a experiencia de sair do corpo depois que seus filhos morreram, ele disse que até encontra a sua filha no plano astral. Essa filha dele apareceu para outras pessoas evangélicas corroborando a tese de Brian Weiss de que as pessoas têm mais do que uma vida nessa terra.
Eu fui falar com o tal pastor para ver se por acaso a filha dele , sem querer, como quem não quisesse nada, me desse alguma dica. É claro, eu não pedi isso, eu apenas acreditei que se tivesse que acontecer, aconteceria. Pois bem, não recebi bosta de dica nenhuma mas ele me disse que não fala isso que iria me falar para ninguém mas que a vida é igual ao filme matrix, ele até me recomendou vê-lo; ele disse que todo mundo está vivo aqui fazendo um personagem que pediu para fazer. Ele disse que se desse muitos detalhes seria como se estivesse estragando o teatro.

Bom, eu esse pastor disse que saiu várias vezes do corpo e ainda por cima conversou com a sua filha, mas eu nunca tive essas coisas, não posso dizer que isso é verdade ou mentira. E mesmo se for, que raios de graça tem em perder a memória e vim pra cá fazer personagens cheios de sofrimento enquanto uns vivem só no bem bom?
Eu tenho direito de querer ter as minhas memórias, eu tenho direito não querer isso pra mim. O teatro na vida real a gente faz pra ganhar dinheiro e distrair as pessoas que nos assistem, mas e essa porca vida, a gente faria pra que?
Sabe? Eu estou cheio de “gozar com o pau dos outros”, o pastor teve a experiência , eu não tive. Tantas mentiras são pregadas por religiosos justamente porque todo mundo acredita naquilo que um líder fala sem questionar nada.

Bem, no final o pastor disse que já tem que carregar os problemas dele, não seria possível carregar o problema de mais um.  Enfim, se existir mundo espiritual, ele está bem escondidinho de mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *