Mulher feminista que é machista insinua que vida sexual da mulher é austera e pobre como a dos gays que gostam de hetero

Uma mulher feminista chamada Raquel que por mais contraditório que pareça é machista, insinua que a vida sexual da mulher é austera e pobre. Essa mulher foi leitora acidental desse blog que por ventura os buscadores malditos atraem… A supracitada teve a pachorra de me escrever que não existe essa fartura de sexo que eu tanto penso entre as mulheres!!!
Ela também comentou que eu tenho uma visão tosca e machista sobre o corpo da mulher por eu expressar que a potencialidade de atração sexual da mulher é superior a do homem, depois finalizou dizendo que pela minha idade eu teria coisas mais importantes para pensar do que o sexo, afinal de contas, segundo ela mesma, sexo é o que as pessoas menos fazem, sendo assim eu deveria procurar um homem homossexual igual a mim pois o meu interesse exclusivo por rapazes heterossexuais é apenas um fetiche…

Bom, com base na minha filosofia de vida que diz ‘Não basta derrotar o inimigo, deve-se humilhá-lo também’ , irei demonstrar aqui que a potencialidade sexual de atrair parceiros sexual, no caso da mulher é muito maior acabando de vez com esse argumento furado dessa obtusa:

Segundo reportagem exibida no site da revista Veja SP sobre o site Cinderella Escorts, uma jovem modelo chamada Giselle de 19 anos conseguiu leiloar a própria virgindade por ‘míseros’ 3 MILHÕES de dólares! Uns 12 milhões de reais aproximadamente.

Em contrapartida foi noticiado pelo portal de notícias Terra que um jovem russo chamado
Alexander Stepanov, teria negociado a sua virgindade em um site de leilão onde teria alcançado apenas o valor de 3 mil dólares, mil vezes menos que Giselle,  oferecido por um OUTRO HOMEM, o rapaz ficou deprimido e teve que buscar tratamento psicológico pois além do valor baixo, o seu desejo seria perder a virgindade com uma mulher. Mais uma vez deixando claro que na maioria das ocasiões mulheres dispensam, homens imploram!

Também teve a ocasião lembrada pelo portal do Terra onde a jovem Catarina Migliorini teria conseguido graças a um site de documentários sobre procura de virgens, a quantia de 780 mil dólares, aproximadamente 3 milhões de reais, enquanto o parceiro de programa dela, o jovem Alexander teria conseguido apenas 2 mil e seiscentos dólares, menos que o preço de um smartphone Iphone novo, 300 vezes menos que a menina havia conseguido. Segundo o site, Catarina teria sido recusada pelo cliente por supostamente não tê-lo agradado graças a forma como a virgem teria abordado sobre as formas de pagamento.

O que eu quero mostrar com isso é que na heterossexualidade mulheres são bem mais procuradas para o sexo do que homens. Veja nos exemplos de propagandas de cerveja no Brasil, em vários casos é vendida a ilusão homens são procurados mulheres quando consomem cerveja, em muitas propagandas de cerveja mostra-se a mulher como o centro das atenções e a cerveja um meio dos machos se envolverem com ela de alguma forma:

Ora, se a procura por mulher é igual a procura por homens, por que será que as marcas de cervejas(a loira gelada) insistem tanto em usar a mulher para hipnotizar o seu público? Por que não usam uma chuteira, uma arma ou outra coisa que o público hetero masculino gosta no lugar da mulher? Você por acaso vê na TV produtos femininos sendo mostrados por homens musculosos e bonitos na mesma quantidade que os produtos masculinos abusam do signo feminino? Não! Por que? Porque mulher não vai se valer  tanto de um produto vendido por um homem para ter a ilusão que com ele irá ter mais homens, afinal mulheres podem ter homens sem muito esforço.

Segundo o site da Folha, o Brasil contou mais de 66 mil casos de violência sexual em 2018, sendo que em 82% da vezes as vítimas eram do sexo feminino, seria isso segundo a nossa leitora Raquel, uma simples estatística machista inventada por esse blog para corroborar a ideia de que as mulheres são mais requisitadas que os homens? A citada poderia alegar que os homens abusados poderiam ter vergonha em denunciarem as mulheres que agiram de forma abusiva sexualmente com eles, mas então como explicar  o mercado da prostituição heterossexual feminina CONSENSUAL  ser  o mais bem sucedido e procurado mundialmente se a procura pelos dois sexos é igual como insinua a nossa obtusa leitora?

Na cidade de Amsterdã prostitutas em vitrines causam verdadeiro frisson, embora muitas estejam lá de forma ilegal e contra a vontade, ainda assim temos quem esteja lá por vontade própria chegando a ganhar 100 euros por meia hora. Até a prefeitura que cuida dos arredores que limitar a quantidade de pessoas que vai ao local diminuindo a quantidade de voos baratos que chegam no aeroporto de Schipol.  Se fosse homens heterossexuais se exibindo em vitrines, será que o apelo seria exatamente o mesmo? ham?

No centro da maior cidade da América latina, São Paulo, temos prédios inteiros de prostituição, na rua dos Andradas , número 69, temos um dos prédios de prostituição popular mais conhecidos do Brasil, o famigerado ‘Meia Nove’, prédio esse com mais de dez andares exclusivos para o sexo heterossexual, você sobe as escadas e as mulheres podem ser escolhidas em todos os cantos, tem mãe que leva a filha, tem mulher casada que esconde do marido o que faz, tem mulher que vai por hobby, tem quem leve a irmã recém chegada do nordeste, tem mulher velha, nova, feia, bonita, magra, gorda, enfim… E a procura é diária, sem crise, vão lá homens novos, pedreiros, brancos, negros, lindos, feios, velhos, homens que eu daria a vida para tê-los vão lá todos os dias transarem de forma eloquente e paga. E olha que o quarto para o sexo tem prazo  e taxa de uso, mesmo assim cliente sobra!

Não muito longe nós temos também um outro prédio de prostituição feminina heterossexual, na alameda Barão de Limeira(perto da rua dos motoboys, paraíso heterossexual), 134 , existe uma edificação do sexo contando com 9 andares para o entretenimento masculino, não faltam clientes para irem lá.

Agora vamos imaginar o contrário: se esses dois prédios que eu exibi acima fossem lotados de homens heterossexuais que alugassem o corpo por 30 minutos ou por ato sexual consumado, você acredita mesmo que MULHERES de todos os tipos do Brasil iriam lá se submeterem a pagar entre 30 e 60 reais para punhetarem um cara ou chupá-lo na mesma proporção que os homens vão lá procurem mulheres, de forma a sustentar as despesas de manutenção e infraestrutura por mais de 30 anos seguidos? Ah por favor, a pessoa que acredita nisso é muito alienada mesmo, não conhece nada da vida, quer dar palpites apenas pra fazer lacração na internet, faça-me o favor! Desde muito cedo a mulher sabe que é mais procurada sexualmente do que o homem, só uma marmota zoada pelo próprio cérebro pra ignorar TUDO isso!

Eu ainda quero convidar a todos os parcos leitores a me responderem, quem é mais influente ou foi?
A revista G magazine exibindo homens famosos pelados ou a revista Playboy exibindo mulheres peladas?
E olha que tem um agravante: segundo o IBGE a população brasileira em 2018 chegou a ter 48,3% de homens e 51,7% de mulheres e mesmo assim a procura sexual pelo uso de mulheres se mostra maior.

Eu fico imaginando: se uma mulher com tesão , afim de sexo casual , chamar um entregador de gás em casa ou um adolescente entregador de Ifood e se despir diante deles puxando uma conversinha safada,

será que eles vão sair correndo pra denunciar a mulher na polícia por atentado violento ao pudor, abuso sexual e danos morais ou será que eles vão satisfazê-la sexualmente sem muitos questionamentos DE GRAÇA e ainda querendo retornar MAIS VEZES?

Pra rebater também a ideia romântica, idiota e machista de que mulher é santa e que nunca quer trepar por esporte, temos a reportagem do Universa no portal UOL intitulada ‘Eu só quero fazer sexo casual, mas os homens fogem‘ datada do 12/02/2019 , embora o título sugira que os homens fogem, na verdade eles não fogem mas sim apresentam reações dificultosas mas não intransponíveis  ao sexo casual proposto por uma mulher direta: alguns homens confundem sexo com posse permanente, outros são lentos e querem brincar de conquista, outros acham que a mulher é um viado para ter tanta sede de sexo assim, outros querem compromisso contínuo enfim, os homens não fogem, apenas querem criar um roteiro , o que é bem diferente da rejeição agressiva e politizada que um homem sofre na maioria das vezes quando é direto com uma mulher.

Vamos todos agora acreditar que as oportunidades sexuais de uma mulher passando em frente à uma obra de construção civil  são exatamente iguais a de um homem passando em frente a uma loja de roupas femininas. Os dois sofrerão um intenso cortejo sexual em escalas iguais…

Bom, ignorar todas essas evidências apresentadas e linkadas aqui comprovando que o sexo feminino é mais procurado e valorizado do que o masculino mostra ser uma clara intensão de fazer ‘trollagem’  baseando-se num fato triste que é a própria dificuldade cognitiva de diferenciar experiência demonstrada com experiencia anedótica.  Quem faz isso tenta fazer algo engraçado usando a própria falta de inteligencia o que acaba tendo efeito contrário, afinal de contas a própria pessoa que afirmava coisas sem cabimento, de tão inverossímil que é, acaba sendo motivo de chacota refinada por parte de quem queria diminuir.

Quanto ao fato de eu ser homossexual e ter fetiche por heterossexuais, afirmo que é verdade, não nego e ainda digo mais, o meu fetiche é exclusivo por heterossexuais. Falar que um homossexual tem a obrigação de gostar de outro homossexual igual a ele é tão machista quanto um homofóbico que diz que todo homem tem a obrigação de gostar uma mulher! Isso é idiotice dupla: afinal gosto sexual não se impõe justamente por ser oriundo de rasões pouco conhecidas e controladas, no máximo o que se faz  é administrá-lo.  Segundo, imposição por imposição seria muito mais vantajoso eu me forçar a gostar de mulher do que outro homossexual, afinal, a minha mente enxerga os dois da mesma forma, o tempo que eu for perder para me ver forçando a gostar de uma coisa que eu não gosto e que ainda me trará problemas sociais, eu prefiro usar para gostar de uma coisa que vai me trazer lucro e forma de aceitação social.
Ruim por ruim eu escolheria algo que me daria lucro e não algo que seria ruim e ainda por cima não me acrescentaria em nada!

Não é uma leitora escrota, mal informada, se achando feminista de araque que vai agora me dizer o tipo de homem que eu tenho que ter para me fazer ter vontade de dar a bunda e chupar, se ela crê que iguais devem ficar com iguais, ela que volte de novo pra dentro do saco do pai e espere nascer novamente quando a mãe dela lamber a buceta de outra mulher.

Mulher tem mais facilidade para ter sexo sim!
E tenho dito.

 

2 thoughts on “Mulher feminista que é machista insinua que vida sexual da mulher é austera e pobre como a dos gays que gostam de hetero”

  1. Verdade, mulher pode conseguir sexo muito mais fácil do que homens. Uma mulher quando sai para uma festa ou balada, fica sem sexo só se quiser. Por mais feia que seja, sempre vai ter um cara bêbado dando mole. E se ela der em cima de um cara com beleza superior a ela, os héteros tem muita dificuldade em dar fora, no minimo ela vai ganhar uns beijos. Assim o cara vai manter o status de pegador com os amigos. Eu acredito que se um homem hétero ficar isolado em uma ilha com um monte de gay com rosto bonito e bunda avantajada e lá estiver apenas uma mulher, destruída pelo crack, ele ainda vai sentir mais atração pela vagina da mulher do que pelas “raba” dos gays. Algo que me pergunto , e se um cara hétero em uma prisão por muitos anos começar a fazer sexo com um companheiro, será que ele pode chegar a se apaixonar por outro cara ou vai sentir apenas tesão durante a relação sexual?

    1. Sobre a mulher você está coberto de rasão.
      Sobre o homem na prisão eu não sei, acredito que os presos que tentem ‘comer’ outros presos na verdade são gays ativos marginalizados, nunca conheci algum para realmente estudá-lo. Vou ficar lhe devendo essa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *