Lista de desprezo que um homossexual vive

01) Uma vez eu fui à uma loja comprar um sapato, perguntei a ele sem nenhuma maldade se tinha uma determinada marca de sapato, ele olhou bem pra minha cara e disse:
— “Eu até tenho mas não vou te vender não”. Fiquei perplexo , sem resposta e fui embora sem entender nada.

02) No meu emprego, quando eu vou falar com as pessoas, no meio da conversa elas me deixam falando sozinho sem nenhuma explicação e vão falar com outras pessoas ou ficam com fazendo coisas mirabolantes no celular.

03) Sabe aquele Alex que eu falei aqui no site? Pois bem, a cadela pitbull dele havia dado filhotes, perguntei a ele se ele poderia me dar um, ele disse que não, apenas me venderia. Depois a minha Rose que ele queria comer, perguntou a ele por quanto ele queria num filhotinho, ele disse que pra ela, ele ele daria de graça…

04) Quando eu era criança, tinha uma menina que liderava todas as outras crianças, o nome dela também era Rose, ela sempre era convidada por outros vizinhos para passear com eles de moto no Ibirapuera e ir ver filmes, sempre um tal de Rony levava essas Rose e suas amiguinhas para comer doces e ver o pica pau em vídeo cassete na casa dele. Elas ganhavam brinquedos e tudo mais. Uma vez eu quis ir junto e aí elas me falaram que eu não poderia ir, perguntei o motivo e elas me falaram: Porque você é meninoooooo!

05) Uma vez eu estava no ônibus e vi dentro dele um sujeito que parecia literalmente doido, da cintura pra cima estava de roupa social, da cintura pra baixo estava esporte, seu cabelo estava desarrumado, mesmo assim eu o achava bonito, mesmo tendo uma cara de doido que saiu do hospício,  fiquei olhando e ele então, para me humilhar, começou a passar a mão dele no rosto exibindo  a sua aliança de casamento, depois descemos no mesmo ponto, ele olhou pra mim e escarrou no chão.

06) Eu estava discutindo com a minha mãe quando eu tinha 13 anos, então a chamei de feia, ela me respondeu que qualquer menino de 15 anos a comeria sem problemas e daria varias sem tirar de dentro dela.

07) Mandei uma carta me abrindo todo para um cara chamado Diogo lá na Vila Mariana, ele leu na frente dos amigos, rasgou e disse que não gostava de homem não!

08)  Uma mulher no meu trabalho, mesmo sabendo da minha condição sexual, me disse que estava namorando e transando muito, ela completa me dizendo: — É tão bom transar, você não sabe oque está perdendo.
Olhei para o chão é disse: — Aé? Nossa!

09) Estava eu me desabafando com os meus lindos parentes sobre o fato de até Suzane von Richthofen ter alguém e eu não, então eles me responderam:
— “Suzane tem buceta e homem gosta de buceta, não importa de quem!”

10) Quando eu vou as vezes na festa da empresa e encontro pessoas conhecidas, todas inventam alguma desculpa para se verem livre de mim logo. Uma desculpa bem usada para me tapear é aquela onde a pessoa diz que precisa ir ao banheiro…

11) Minhas “amigas” quando combinam de me encontrar em um local, falam que irão as 9:00 da manhã, aí não chegam, eu tenho que ligar para elas lembrando o combinado, daí elas chegam às 13:00 horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *