Eu quero mais é que o coronavirus mate geral, isso sim!

Eu passei pela porta de uma faculdade e lá estava um rapaz heterossexual, loiro, sem camisa e de mochila, estilo classe média aqueles que querem parecer ser ‘largado’ na marra, ele estava efusivo, no auge de seu frenesi sexual rodeado por outras três meninas que sorriam feito três vagabundas. Fiquei com muita inveja, afinal aquele menino mais novo que eu implicitamente já gozava de toda fartura sexual que quisesse graças ao seu corpo, já as meninas vagabunda invejei pois elas podiam demostrar a sua alegria sexual por serem íntimas daquele menino chamativo. Agora eu? Eu tenho que fingir o tempo todo que sou assexuado. É sempre assim, por isso eu evito as portas de faculdade e colégio, sempre vejo coisas que eu não quero ver. Nessas portas de faculdade é que o corona virus tem é que pegar mesmo, matar todos esses vagabundos e vagabundas que ficam exercendo a sua sexualidade suja na frente de todas as pessoas sem nenhum tipo de limite. Que o vírus venha a força toda! Essa galerinha vagabunda e feliz de porta de bar heterossexual que se esbalda na cerveja merece, merece isso e muito mais desgraças, são felizinhos não é? Chegou a hora dessa raça pagar pela felicidade que tem. Vão trepar mas vão ficar doentes no outro dia! Que tenha muita gente nova pegando doença e morrendo! ahahaha!

Enquanto isso eu queria ser igual a Ruby nesse vídeo, humilhando e pisando de forma impiedosa nesses heterossexuais filhos da puta. Se existir outra vida e eu ter que voltar, vou ser a Ruby e farei tudo isso que ele faz nesse vídeo com os lixos que hoje me desprezam. A vingança é um prato que se delicia frio…

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *