Eu queria ser tratada assim por um torcedor de torcida uniformizada

Vocês já sabem que eu sou um homossexual sui generis pelo fato de eu gostar apenas de heterossexuais, não acho a mínima graça em andar de mãos dadas com outro viado na rua correndo o risco de apanhar, eu gosto mesmo é de macho, se o cara tiver uma cara de malandro, vagabundo e fogoso, aí eu fico loucoooooooooooooooooooo pra dar!

Você quer saber como é a energia heterossexual?
Hoje eu passei por uma boate onde estavam centenas de jovens uniformizados com a camisa do flamengo (tudo de preto e vermelho, cor da pombagira e do exú kkkkkkkkkkk) , eles gritavam, bebiam, pegavam mulheres, cantavam e até brigavam entre si, geralmente quando eu vejo grupos de homens assim eu procuro passar longe, mas dessa vez eu quis passar no olho do furacão!
Nossa! Que energia forte, excitante e poderosa é para um gay como eu estar no meio de uma torcida uniformizada, eles eram loucos, animais, alegres e guiados pelos instintos básicos e eu ali no meio, me senti uma donzela limpinha no meio dos bárbaros devassos sujos, teve um até que estava quase a ponto de pisar nos meus pés sem perceber que eu me aproximava, gentilmente eu coloquei minha mão nas costas dele para ele não cair em mim, ele nem ligou e ficou empolgado por ver dois caras brigando na frente dele, senti uma energia muito forte que me deixava quase tendo orgasmos, aquele clima de selvageria, psicopatia, desordem, loucura e felicidade efêmera me dava água na boca, o meu peito por dentro ficava alegre, eu queria me entregar um pouco a bagunça, ao mesmo tempo olhei para a perna de todos , enquanto eles pensavam em Flamengo eu pensava em ajoelhar e chupar todos com ódio por nunca terem me permitido fazer isso. Juro, eu me senti num gang bang! Depois eu cheirei a mão que eu havia encostado naquele rapaz louco, estava com cheiro de homem com roupa seca ao sol, eu fiquei loucooooooo!

Eu queria pegar o mais malandro, o mais cafajeste, o mais com cara de assassino do grupo daqueles loucos e transar com ele de forma selvagem num lugar cheio de água enquanto eu escutava os berros dele me xingando. Nossa! O que mais me excita no mundo é ver um heterossexual berrando/gemendo e gozando de forma descontrolada, eu não aguento, ainda mais se o cara não prestar! Eu queria ser a mulher desse vídeo abaixo, o homem que a agarra nem é tudo aquilo, mas  a pegada dele na água, os gemidos e urros dele, somado a cara de assassino, me enlouquece muito, como eu queria pegar o corpo emprestado de uma mulher, tirar por alguns segundos a alma dela, colocar a minha e sair por aí dando que nem essa mulher sortuda na piscina, eu queria afogar esse cara nos meus peitos se fosse mulher:

 

Uma vez eu estava no metrô e uma torcida uniformizada do Corinthians invadiu, fiquei com medo mas depois gostei, fiquei molhadinho, ficou um macho de uns 23 anos , perfumado, gritando do meu lado usando short e agitando todo mundo a bater e quebrar o trem, eu quase tive orgasmos múltiplos. Não sei o motivo, mas os caras que me atraem, nunca são flor que se cheire.

Como é  um lixo ser gay!

 

2 thoughts on “Eu queria ser tratada assim por um torcedor de torcida uniformizada”

  1. Sou idêntico a vc e tbm não aguento mais essa porra de vida.
    Na real, a gente sente atração e tesão pela masculinidade em sua forma pura. Aí ansiamos em conquistá-la, mas de forma erotizada. E só enxergamos essa masculinidade nos héteros, que a gente acaba sentindo tesão. Pq tipo , eu não sinto atração simples e puramente só pelo corpo do cara, mas sim acompanhado do sua masculinidade expressa em sua heterossexualidade, pois eu não sinto a menor graça nas gays, são muito broxantes. Essa inconclusão da nossa vida trás um transtorno em toda a nossa esfera social, pq eu não sei o que sou e como tenho que me relacionar com as pessoas, aí prefiro nem sair de casa, pois sempre que resolvo sair com os “amigos” é um inferno e humilhação, mas ninguém faz ideia, pq vc tem que fingir que tá td bem e ficar sorrindo até a porra do “happy” hour acabar. Sinto que só estou vegetando, não tenho nenhuma perspetiva pra vida, por mais que eu seja jovem, estabilizado profissional e financeiramente. A questão amorosa tbm é um dos grandes pilares da vida e o meu é inexistente. Enfim, não sei mais o que fazer

    1. Bom, eu também.
      Como você mesmo disse: atração não é só pelo corpo, haja vista muitos gays e bissexuais por aí terem corpos muito bonitos e bem trabalhados, não, não é só isso não, é algo mais que o corpo, é a personalidade hetero em sintonia com determinados corpos que nos causa um magnetismo terrível em direção a eles, por mais que os gays e bissexuais tentem emular isso eles não conseguem 100%.
      Eu a poucas semanas decidi adotar uma postura radical: não quero mais saber de ‘amigos’ e ‘amigas’, cansei de violentar a minha personalidade para tolerar a invasibilidade dos outros em prol de uma amizade. Sabe, amizade eu já sei como é e faço até com um cachorro, basta eu dar comida para ele. Eu gostaria de ir além nas relações humanas, eu gostaria de saber como é transar com quem se deseja, como é ficar até as seis da manhã trancado num quarto com alguém que se cobiça, não sendo amigo mas sim fazendo sexo. Por falta disso eu não me sinto adulto, não me sinto completo e tão pouco tenho vontade de progredir ou sei lá o que, a minha vida eu vivo apenas para tratar da minha mãe que teve um AVC, trabalhar, comer, dormir e receber uma opaca atenção nas internet, nada mais. Não me mato porque sou muito medroso quando o assunto é danificar o meu corpo, só por isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *