E se o Bolsonaro virar presidente, o que acontecerá com os gays?

Bom, eu aprendi nessa vida que não existe situação que não possa piorar. Com a política não é uma exceção. Bem ou mal, nós homossexuais no Brasil ainda podemos falar que somos gays sem corrermos o risco de sermos presos, é sabido que em um monte de países islâmicos no oriente médio e na África a homossexualidade é tratada como crime passível de morte ou prisão. Para essa ideia chegar no Brasil não é difícil, com o congresso brasileiro não podemos duvidar de nenhuma coisa por mais absurda que seja, ainda mais quando eles contam com ajuda dos Estados Unidos para fazerem o que faz.

Ao que tudo indica, ou o candidato Jair Bolsonaro ganha essa eleição no Brasil, graças à onda de autoritarismo que retorna à América Latina com toda força, ajudada pelos interesse norte americanos que são gananciosos por petróleo e mercado, ou outro candidato que atenda todos os interesses do mercado (PSDB) ganhará.  O candidato que teria poder para ganhar e que tem o partido a favor das causas da mulher e dos LGBTs , curiosamente está preso sem nenhuma prova, ok você irá dizer que tem dezenas de provas anunciadas nos jornais contra Lula, o problema é que todas essas “provas” sobre o tal triplex são ilações e não fatos que comprovem que ele realmente fosse o dono do apartamento, existe muita informação incorreta circulando por aí que faz a maioria das pessoas simples acharem que Lula cometeu algum crime no caso do Guarujá,  se a lei e os pactos que o Brasil assinou fossem realmente seguidos, Lula nunca deveria ter sido preso, não pelo menos pelo Triplex.

Então, de repente, após Dilma negar o esquema de negócio de petróleo que os norte americanos queriam,  surgem várias denúncias sobre crimes que já aconteciam em outros governos mas que só no governo do PT ganhou repercussão monumental, em parte o PT foi culpado por isso pois por pessoas do seu próprio partido terem aprovado leis dando poderes demasiados à polícia federal e ao ministério público, qualquer pessoa inconveniente  pode ser presa por qualquer tipo de suspeita ou besteira. Todo mundo começa a esbravejar contra o PT alegando que eles são os únicos corruptos do cosmos, alias, muita gente que pediu o afastamento de Dilma, curiosamente foi presa com acusações muito piores. Mas o povão que se informa por noticiários que mostram só aquilo que os seus donos querem mostrar, começa a ficar com ódio de tanto ouvir falar de corrupção associada a um único partido. Isso deu a justificativa para o radicalismo aflorar entre a população, principalmente entre o público das igrejas evangélicas, os criadores de gado e os militares, esse povo naturalmente vê homossexuais como se fossem portadores de doenças contagiosas a muito tempo, eles nunca toleram o PT mesmo por causa do aborto e por causa do pequeno apoio que esse partido dava às causas minoritárias como a a causa gay,  esse povo que eu citei acima só estava esperando um motivo qualquer para mandar o PT para o inferno. O governo caiu e essas hienas sedentas por sangue subiram colocando em pauta questões como a legalização das rodeios (touradas à moda brasileira) , a entrega de recursos minerais outras coisas ao estrangeiro sem nenhum tipo de pudor.

Para quem duvida, o ex embaixador norte americano, Lincoln Gordon assumiu em entrevistas que usou o poder financeiro norte americano para várias autoridades brasileiras em 1964, a ideia era fomentar um ódio nacional contra o fantasma do comunismo dentro do Brasil ao mesmo tempo que se orquestrava a derrubada de um presidente que tinha um plano de governo competitivo capaz de tornar o Brasil realmente independente, no caso o presidente João Goulart. Se os Estados Unidos fizeram isso quando as nossas reservas petrolíferas eram insignificantes, por que não fariam  de novo para ganharem conosco através do refino? Repare o tanto de políticos que não são chefes de estado e que foram conversar com autoridades americanas nos Estados Unidos  …

Bom, é sabido que o candidato Jair Bolsonaro é tão fã, ou pelo menos se faz, dos Estados Unidos , até continência para a bandeira americana ele já bateu. Os americanos já falaram que quando as coisas na América Latina perdem o controle, os militares dão um jeito… Bolsonaro , assessorado por seu economista Paulo Guedes já disse ser favorável à flexibilização de direitos trabalhistas e outras coisinhas que muitos empresários norte americanos gostam. Ou seja, entre Lula e Bolsonaro, o mercado e as pessoas interesseiras e radicais irão escolher Bolsonaro. Conheço muita gente racista velada que inclusive trabalha dentro de  rádio de público jovem em São Paulo  que defendeu abertamente a candidatura de Jair Bolsonaro, aquele mesmo candidato que disse que se o filho é homossexual, é por falta de umas palmadas do pai, esse candidato também afirmou que Dilma deveria infartar e ter câncer e que usou um apartamento para comer gente. Por todas essas frases agressivas e quase cômicas, Bolsonaro têm entre os seus maiores apoiadores os adolescentes homens e os militares.  Mas antes disso Bolsonaro já era conhecido no país por sua franqueza na desaprovação ao comportamento homossexual, isso é incontestável, pode se dizer que isso é que deu fama a ele.

Eu no meu dia a dia notei que todas aqueles meus “amigos” que ficavam perto de mim mas que no fundo me aturavam por interesses, principalmente os evangélicos, tiveram um prazer quase orgásmico em me fazer saber que eles iriam votar em Bolsonaro! Bom, quem é gay sabe, sempre temos aquele “amigo” heterossexual que nos parece menos preconceituoso, nos vamos lá conversar com ele afinal  é arriscado não termos amizade alguma se ignorarmos todos os heterossexuais do planeta, mas no fundo você mesmo tendo “amizade” com esse “amigo”, você sabe que ele te desaprova discretamente, ele evita ou ridiculariza as suas necessidades afetivas sexuais quando pode, coisa que qualquer amigo verdadeiro  se esforça em assimilar; isso quando não tentam lhe enfiar na sua cabeça que Deus pode curar a sua sexualidade doentia. De repente, essa pessoa que no fundo você já sentia a sua desaprovação mas você ignorava achando ser mania de perseguição, lhe vira e diz claramente que vai votar no Bolsonaro. E diz isso sem nenhum tipo de vergonha. Isso pra mim é uma forma sutil (ou não) de te dizer:
“–Eu estou perto de você mas eu não gosto nem um pouco desse seu comportamento! Vou votar em alguém que acabe deixe isso bem claro”.
Sabe, é tipo você aturar um amigo judeu que sempre vem conversar com você sobre vários assuntos que você não conhece tanto e num belo dia você decide parar com isso dizendo que irá votar num partido nazista. É uma forma de mostrar a minha desaprovação a ele.

Todo mundo tem o direito de votar em quem quiser, mas que assusta, isso assusta, você acorda para o mundo e vê aquelas pessoas que se dizem ser os seus amigos, no fundo, elas te desaprovam e só não tinham coragem de dizer isso. É por isso que não é prudente deixar as pessoas saberem quem são os nossos inimigos, pois o dia que elas quiserem nos humilhar, vão se juntar a eles!  Eu dou um desconto a mim mesmo pois não tem quem já não conheça os principais inimigos dos homossexuais: os governos autoritários, os religiosos , os ignorantes e os homens estuprados na infância.

Bolsonaro em si pode não propor nenhum projeto de lei contra homossexuais no primeiro momento mas os seus amigos evangélicos de partido podem propor emendas e projetos de leis absurdos que ele irá sancionar imediatamente só por puro ódio. Lembram da famigerada “Cura Gay” , ao contrário do que muitas pessoas pensam, o projeto não foi encabeçado pelo deputado evangélico Marco Feliciano mas sim pelo João Campos, religioso do PSDB de Goias. Vocês acham realmente que os evangélicos não iriam adorar um governo de Jair Bolsonaro, o problema é que Bolsonaro muda constantemente, ninguém poderá garantir que um dia ele converse com os donos da TV Globo e mude de ideia sobre várias coisas, contrariando assim em muito a sua base eleitoral evangélica mas eu não quero pagar para ver. A se julgar por tudo que o candidato Jair Bolsonaro vem dizendo a anos, podemos inferir que o seu governo será autoritário e rigoroso aos brasileiros e frouxo para os norte americanos. Todo mundo sabe que governos autoritários modernos são contrários a homossexuais, todo governo autoritário precisa eleger um ou mais inimigos para “purificar” a sociedade deles para mostrar serviço: primeiro começa com as pessoas que ele achar ser corrupta, depois os mendigos, depois os homossexuais e depois os deficientes físico.

Na Russia, alguns políticos quiseram criar uma lei que permitia um homossexual ser chicoteado em praça pública se ele demonstrasse ser gay na frente de uma criança… Esse papinho de que afeto gay é contagioso e que faz crianças virarem homossexual já é um pensamento muito reverenciado no Brasil, prega-se no folclore brasileiro que
o “gay ético” deve esconder que é gay às crianças, ele não pode beijar ou pegar na mão de seu marido na rua quando uma criança passar porque a criança irá virar homossexual porque viu um gay sendo gay. Isso num local onde vários heterossexuais, inclusive adolescentes se beijam irritantemente em todos os locais sem nenhum pudor, mas os heteros podem, só os gays é que não podem! Bom, se já existe essa ideia de que a homossexualidade é contagiosa no Brasil, para se criar uma lei que oficialize esse conceito esdrúxulo é muito fácil, o que é aprovar uma lei pra quem já derrubou um presidente? Quantos projetos , incluindo a tal “Cura Gay” você acha que já não estão esperando quentinhos nas mãos de deputados evangélicos para aprovarem contra os homossexuais e a favor das igrejas?
Eles querem considerar a homossexualidade uma doença mas não nos dão direito de se aposentar por invalidez quando a adquirimos, afinal eles acham que a homossexualidade é adquirida pela criança que vê um homem beijando outro. “Eu vi dois homens se beijando, vou virar gay ?” Esse é o grande debate que eles querem impor à sociedade.

Então podemos concluir que um governo Bolsonaro abrirá as portas para todo os tipos de projetos de lei homofóbicos de evangélicos serem aprovados. Aquele heterossexual que é seu amigo sabendo que você é gay e que ostenta votar em Bolsonaro, quer justamente isso, ele não aceita que você é o que é sem nenhuma consequência grave, ele quer provar a você que ser homossexual é a pior coisa do mundo, e se você não acha isso, ele precisa criar maneiras de você acreditar, como as ameaças de Deus não funcionam, então o jeito é dar poder a um grande inimigo dos homossexuais para eles percebam que ser homossexual não é bom, ora bolas! Eles viveram a vida toda fazendo personagem de macho pra no fim, um viado como você vir e dizer que não fez nada disso e mesmo assim, tem uma vida normal, pra eles é uma afronta! Para o heterossexual mediano, você tem que pagar o preço por ser uma coisa que eles não gostam, você não pode ser impune! Eles precisam votar em Bolsonaro e você ficar sabendo, pra no fim eles te dizerem com um prazer sarcástico:
–“Tá vendo? Eu te avisei! Se tivesse me escutado, não teria tido todos esses problemas”
A verdade é que o heterossexual não suporta ver um bando de bichas alegres roubando o papel deles. Só eles querem chamar a atenção num passeio! Só eles querem nos impor aquelas pautas malditas que só eles têm como ficar discutindo 8 horas seguidas o que fulano cheio de dinheiro fez ou deixou de fazer no futebol, alem deles tem a sexualidade privilegiada nesse planeta, só eles querem ter o direito de brilhar , de chamar a atenção ou mesmo irritar. Tem viado irritante? Tem! Mas também tem muita mulher e homem heterossexuais irritantes! Por esse prazer deles de querem enfiar goela abaixo o estilo de vida deles em todo mundo sem ter direito ao contraditório é que eles adoram dizer a você que votam em Bolsonaro.

Enquanto isso, os nossos amigos heterossexuais ficam pedindo a nossa morte que seria hipoteticamente feita pelo Bolsonaro.  Eu preciso desenhar o que vem por aí? E não se iludam, não é Alckmin  quem tem uma vice que parece o Bolsonaro de saia que vai resolver, também não é Marina que atende aos interesses evangélicos que vai mudar alguma coisa, o único candidato que representa um NÃO gigante à essas correntes de ódio gratuito, é Lula!!!
Você já viu outro candidato dizendo que não tem vergonha de beijar homem e mulher sem ser ele?
Você já viu outro candidato fazer o Brasil  virar um player importante no cenário mundial ? Pois é, Lula está preso não pelo o que supostamente teria feito de errado, mas sim por ter afrontado quem quer ver esse país subserviente aos interesses externos eternamente. Todos os candidatos que tentam isso, mesmo os de direita, têm um fim trágico, é só reparar!

A classe trabalhadora operária e os homossexuais terão muitos problemas com um governo Bolsonaro ou de outro militar qualquer.

 

3 thoughts on “E se o Bolsonaro virar presidente, o que acontecerá com os gays?”

  1. infelizmente sem o lula e com o haddad, o bolsonaro tem grandes chances de ganhar, e serão 4 anos de estagnação brasileira e retrocesso moral.

    se ele for eleito, espero que ele foda com o brasil tão feio de forma que um bolsominion não teria nenhuma desculpa a dar por suas incapacidades.

    é nessas horas que eu queria morar na islândia…

  2. Hi I am so delighted I found your blog, I really found you by accident, while I was searching on Google for something else, Nonetheless I am here now and would just like to say thanks
    a lot for a fantastic post and a all round exciting blog
    (I also love the theme/design), I don’t have time to browse it all
    at the moment but I have saved it and also included your RSS feeds, so when I have time I will be back to
    read more, Please do keep up the great b. http://ovcabanes.mihanblog.com/post/13

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *