Sou gay e gosto do amigo heterossexual. Na verdade eu só gosto de heterossexual!

Sou viado e gosto de heterossexuais, sou maricona e gosto só de heterossexuais, sou bicha e gosto só dos malditos machos que gostam só de mulher. Sim, eu sou gay que gosta só de homens que gostam de mulher e por consequência eu tenho mais de quarenta anos de idade e ainda sou virgem.

Eu gosto muito desse tema pois ele é praticamente desconhecido e pouco explorado na internet e quando alguém ameaça falar sobre ele por aí, geralmente é uma pessoa que não conhece nada do tema, fala apenas por falar usando a lógica limitada de quem não tem conhecimento de causa. Eu me orgulho muito de ser o primeiro autor a falar sobre isso na internet brasileira e talvez no mundo usando os meus blogs.

Sou gay e gosto de hetero. Sou viado e gosto de machos. Ou sou bicha e gosto de cara putanheiro.

Esse é um gosto muito complexo, eu particularmente posso falar com propriedade sobre ele pois eu sempre tive esse perfil. Sabe, não é como esses gays por aí que gostam de um cara hétero ocasionalmente e por isso já se acham os sofredores, eles gostam de um hetero que as vezes nem hétero é mas via de regra eles têm uma vida sexual modesta junto de outros gays que os aceitam. Eu não, desde quando eu me entendo por gente eu SOMENTE gostei de rapazes héteros daqueles bem mulherengos, carismáticos e até chamativos, não foi uma, duas ou 6 vezes não, foram mais de 40 vezes ou seja, sempre!

Eu sempre me vi automaticamente atraído por homem de verdade com H maiúsculo. E não são esses homens que a maioria dos gays acham ser machos e que não são, os homossexuais convencionais, no geral, têm uma percepção muito distorcida e ao mesmo tempo simplista do que realmente é um homem heterossexual. Eles rotulam qualquer coisa musculosa, com cabelo curto que faz cara de mal e que não é do “meio” como sendo heterossexual, pra eles um rapaz como esse da foto abaixo é heterossexual:

Veja bem, eu não tenho nada contra o rapaz da foto acima, eu posso até estar errado sobre ele ser hetero ou não, afinal ele é modelo/artista e artistas fazem personagens, porem é esse tipo de fisionomia que homens gays têm, ele não foi escolhido à toa. Aquele rosto que é de um homem mas que não é masculino, não é homem na personalidade, na “alma”, eu não sei verbalizar o que eu sinto nesse caso, mas o rapaz acima é homem , não está usando batom, tem barba, não se veste como mulher mas não me dá a mínima atração sexual. Um homossexual comum provavelmente já ficaria muito satisfeito em te-lo em sua cama. Eu, nem um pouco.

Para aqueles que dizem que ser heterossexual é apenas um comportamento sexual, eu mostro abaixo o exemplo de um trecho da voz do locutor da URA da TIM, por sua voz atraente e máscula já garantimos que ele é heterossexual, ora, se heterossexualidade fosse apenas enfiar pinto em buceta e nada mais, como seria reconhecer um hétero pela sua voz? Escutem a voz dele abaixo e vejam vocês aí:

O dono dessa voz seguramente é heterossexual, não existe duvidas pra mim, mesmo sem eu conhece-lo.
Gays, gays ativos, gays que se passam por machos, bissexuais e mulheres não têm esse jeito de falar.

Eu canso de receber comentários de outros gays que dizem ter saído com supostos rapazes heteros mas quando eu vou dar uma olhada nas fotos dos supostos rapazes heterossexuais que eles namoraram é um horror! Os tais rapazes “heteros” que eles citam pra mim são mais femininos e divas do que as próprias mulheres que os gays imitam! Para um gay comum, o Pabllo Vittar, sem peruca já é um heterossexual másculo e gostoso. Por isso, ultimamente eu encaro com muito ceticismo quando um homossexual vem me dizer que saiu por vias normais com um rapaz heterossexual, eu prefiro nem verificar, é tipo aquelas pessoas que dizem que tiveram visões sobrenaturais do alem mas quando vamos atrás estudar, percebemos que a pessoa tem o cérebro inundado por dopamina nas laterais e que por isso anda vendo visões. É sempre uma decepção.

Mas aí sempre surge um ignorante para lhe dizer: se o cara que é hetero aceitar você sexualmente, ele se tornará automaticamente um gay e você irá ignorá-lo também. É como dizer: Se você gosta de carro zero KM, automaticamente vai jogar o carro no lixo quando sair com ele porque ele deixará de ser zero KM.
Nossa! Isso é uma tremenda idiotice! Esse é um sofisma clássico de quem busca entender esse tema superficialmente.
Quando nos atraímos por alguém, nos atraímos pela personalidade e aparência que esse alguém tem e não pela classificação sexual que ela passa a ter quando faz algo diferente com o genital!

Eu sei que isso que eu vou dizer agora vai contra o que a sexologia atual estabelece como sendo heterossexual ou homossexual, mas me permitindo rasgar um pouco as regras, a minha definição de hetero ou gay é muito mais que a usabilidade empregada para o pinto, o cu e a tão poderosa buceta: ser hétero pra mim é um estilo de personalidade, assim como ser gay também é um estilo de personalidade, tanto é que as pessoas geralmente numa conversa percebem que uma pessoa é homossexual ou heterossexual sem precisar se deitar na cama com ela. Se ser viado fosse simplesmente dar o rabo, ninguém saberia que uma pessoa é gay até o dia que alguém fotografasse o sujeito tendo coito anal com alguém do mesmo sexo. Isso é tão obvio!
Veja que na infância os outros moleques perseguem, batem e humilham o coleguinha que eles julgam ser homossexual sem ao menos terem ido pra cama com ele pra saber se ele é gay ou não.

A sexualidade é rastreável na maioria dos casos que eu conheço pelo conjunto de vários comportamentos como a forma de andar ou pela forma de falar, pela forma de olhar, pela forma de agir, pela forma de não reagir, pela forma de se emocionar, pela forma de ser agressivo, pela forma de gerenciar conflitos, pela forma de perder o controle, pela forma de mexer o pescoço, pela forma de se mover, pelo uso das palavras, pela preferencia das vestes, pelo jeito de querer ser aceito na sociedade, pela forma de cantar, pela forma de escolher a modinha que vai se imitar, pelo jeito de mostrar o seu ódio, pelos contornos do rosto e finalmente pelo sexo que você vai se atrair, todos esses fatores juntos e mais um pouco definem a heterossexualidade e a homossexualidade, de tal forma que um cara não é gay só porque comeu um cara uma única vez na vida, pense por exemplo se um hétero for enganado no escuro de uma boate de maneira que o induzam a meter o seu genital na boca de um homem achando ser uma mulher, por acaso ele deixa magicamente de ser hétero por isso? Não! Ele não sabe que está sendo enganado, então a questão não é tão simples assim, assim como a definição do que é morte parecer ser simples mas não é.

Desde pequeno eu sempre fui gay e me interessei pelos caras mais carismáticos e chamativos da escola, eu nunca me apaixonei por um gay como eu e nem conheço alguém que tenha se apaixonado, creio que quando somos amados por quem queremos, nos sentimos melhores, mais confiantes, mais seguros de si, mais seguros e eficientes no trabalho, fica mais fácil conseguir as coisas na vida quando se sabe que você tem um valor para alguém que você deseja.

Quando se é gay que gosta de héteros, num belo dia dos seus 39 anos vida ruim você descobre que você nasceu pra tudo, menos para ter alguém que goste ou lhe excite de verdade. E o pior, não tem psicólogo, macumba, pastor, casa espírita, partido político, evento da natureza ou alienígena que dê jeito nisso de maneira satisfatória a não ser a morte ao meu entender.
É triste mas até hoje essa minha conclusão nunca foi refutada pela minha porca vida. Viver sabendo que você sempre irá gostar mas nunca será gostado por quem gosta, é como viver condenado a comer só bolacha de água e sal pelo resto da eternidade enquanto as pessoas ao seu redor se deliciam indo ao McDonald’s comendo deliciosos quitutes: você não morre de inanição mas também não ganha muita força pra fazer alguma coisa.
A nível sócio-psicológico é um baita desafio ser gay e gostar de heterossexuais, afinal, alem de superar os desafios comuns da vida que a maioria das pessoas têm, você carrega o tempo todo uma insatisfação latente e hórrida dentro de si que sempre lhe quer algo que você é incapaz de dar: você abre a geladeira procurando alguma coisa pra comer sem saber o que é, quando você come, quer uma comida excessivamente temperada, você começa a comer por comer sem ter fome, apenas para suprir o buraco existencial que tem dentro de você, você procura saber se estão falando de você na internet mas não estão, você procura ler e-mails, montar blogs, entrar em grupos procurando alguma coisa mas não acha, ninguém nem se quer busca contato contigo, você quer uma coisa e vai dormir sabendo que não vai ter. Enfim, é uma vida muito triste e mentalmente corrosiva, a insatisfação vira e mexe lhe toca o peito lhe fazendo ser uma pessoa ora indiferente, ora revoltada.

Eu canso de ver homens bonitos e que me agradam na rua e eu não posso fazer nada com eles. Tenho que fingir que não senti nada e baixar a cabeça quando na verdade eu queria ser uma mulher amada e atraente que merecesse a paixão e o elogio dos outros que eu busco. Saber como é se sentir amado ou desejado sexualmente por quem se quer, para gays iguais a mim é como se pensar sobre a possibilidade de existência de vida microbiana em Marte, é algo distante, fora da minha realidade e que não é pra mim mas que eu sei que é fantástico.
No Brasil se você olha com maior atenção alguém bonito, o infeliz cospe no chão em sinal de desaprovação, é claro que não olho pros outros só porque eu acho bonito, as vezes olho por olhar mesmo, para identificar apenas, mesmo assim eles cospem de forma provocativa. Na Alemanha , ainda bem, não é costume ninguém ficar se encarando, as pessoas olham rapidamente e já desviam o olhar, ninguém cospe no chão mas também ninguém quer nada com você, ainda mais se você for gay e negro. Viver na Alemanha como gay que gosta de hétero é uma tortura silenciosa e comportada mas não menos dolorosa: você conhece homens lindíssimos e educados que chega até ser algo transcendental, quase metafísico, é como se tivéssemos em outra dimensão, a cada esquina você pode se apaixonar violentamente por alguém que não lhe dá a mínima, você sabe e sente que é um sonho, ninguém que lhe atrai liga para você mas você fica sonhando sozinho. Eu diria que a diferença entre ser um homossexual que gosta apenas de héteros no Brasil e na Alemanha é a seguinte: No Brasil as pessoas não escondem que querem lhe matar por sua condição sexual, na Alemanha elas fingem que não ligam, só.

Os homens que eu gostei na minha porca vida todos tinham uma espécie de “mel” para a mulherada, nunca vi um que não tivesse várias vagabundas atrás. E tem mais, quando eu me apaixono por um cara heterossexual e o noto passando perto de onde eu estou, eu tenho literalmente todos os sintomas de um AVC (aneurisma vascular cerebral), de um derrame, como se diz por aí: parece que eu passei pimenta na cara, arde, coça e entorta. Minhas pernas ficam puxando querendo desaprenderem a andar, minha fala fica emborcada, eu gaguejo e não consigo argumentar, fico com taquicardia, partes do meu corpo perdem a naturalidade para se mexer, minha coluna vertebral parece congelar ao mesmo tempo que sente a sensação de quem leva machadadas, a visão fica turva, enfim, todas essas coisas acontecem comigo talvez porque o meu cérebro sabe que pessoas que me atraem são sinônimo de sofrimento intenso, desrespeito e agressão física.
É como se essas pessoas já tivessem me assassinado alguma vez. Eu tenho medo das pessoas que eu gosto.
Uma amiga minha que gosta de macumba me disse que as pessoas que nos dão essas sensações malucas são pessoas que nos assassinaram ou fizeram algo grave contra nós em vidas passadas.

Eu já tentei gostar de mulheres e nada, já tentei gostar de gays e nada. Para o meu emocional, gays e mulheres representam a mesma coisa. Sexualmente eu não sinto absolutamente nenhuma carência/necessidade por eles. Já homens másculos, com olhar vívido , bonitos e que gostam de ser homens naturalmente me causam um contraste psicológico que me atrai e me envolve como uma vapor quente vindo do mar me puxando. Não sei o motivo desse sentir que me inferniza, só sei que sinto, pronto e acabou.
O mais triste de ser gay e gostar de heteros é você saber com uma certeza matemática e cruel que você nunca terá alguém. É chato, é sem graça mas é a minha vida.

Uma vez um amigo gay que tive me disse que o meu maior problema era querer
“dar pra quem não queria comer” , pode até ser quando o assunto é só sexo, mas a atração as vezes nem excitação sexual envolve. Eu já senti por exemplo, uma vez no ônibus, uma vontade de estar perto de um cara que eu vi durante a viagem, fiquei com uma vontade de ficar ao lado dele mas não era vontade de fazer sexo, era uma atração que uma namorada sente por seu namorado, mesmo sem eu conhecer o rapaz. Depois que ele desceu do ônibus, comecei a sentir apego a ele sem ao menos conhece-lo, eu não queria que ele fosse embora do ônibus, eu não queria perde-lo e quando ele saiu do ônibus eu me senti triste mesmo nem se quer trocando uma única palavra com ele.

Reparem bem o gráfico abaixo:

Os gays tradicionais geralmente dizem ser héteros os tipos de rapazes da posição 4 e 5,  já as mulheres preferem os da posição 3 e 4 e eu invariavelmente me atraio por caras do tipo 1 com algumas oscilações pra tipo 0. Não sei porque, só sei que é assim. Ah! E antes que digam que eu gosto de gays másculos que não são desmunhecados, eu afirmo: conheço gays que não são desmunhecados e espalhafatosos e mesmo assim eu não me atraio por eles!
Para se ter uma ideia, quando eu entro em um site pornô qualquer eu só gosto de ver a sessão deles que é voltada para o público heterossexual, me dá prazer ver um homem penetrando agressivamente uma mulher. Já as sessões gays nos mesmos sites pornográficos que eu frequento me dá vontade de rir e nada mais, quando eu vejo dois homens transando nesses sites aí, pra mim é como ouvir alguém contando uma piada, eu não vejo erotismo nenhum.

Alguns gays que também me dizem gostar de heteros falam comigo que para eles se distraírem, eles acabam saindo com mulheres e até mesmo outros gays mas aquela satisfação interna nunca apareça embora a vontade sexual seja satisfeita temporariamente. Eu digo a eles que se for pra ser assim, eu prefiro morrer virgem. Eu não quero me envolver com quem eu não admire e não goste, eu sonho em querer X e ter X e não querer M e ter N só para dizer que tive. Enfim, ser gay e gostar de héteros é ser uma mosca sem asas…
É por isso que eu me sinto muito mal falando de paixão, casamento, namoro, sexo, isso tudo pra mim é uma ilusão triste que eu evito me aprofundar, temas simples que envolvam a sexualidade, como por exemplo, o uso de um preservativo, me deprimem profundamente pois eu sinto que essas coisas não são do meu mundo, não são da minha vida tão triste e deserta.

Ser sozinho e nunca ter alguém – implicações
Você acaba ficando sem vontade pra nada, você não deseja atrapalhar mas também não deseja maia ajudar, você vendo todos seus parentes terem relações sexuais a vizinhança inteira mas você é o único que não sabe nem o que é triscar a mão e outra pessoa. Quantas vezes eu na condição de gay tive o corpo tomado por uma vontade maldita de de querer abraçar alguém mas eu não podia. Me lembro uma vez que minha mãe comprou um presente, eu pensava que era pra mim mas era para um cara que ela chamava de namorado dela, como eu me senti um lixo! Eu me senti a pessoa mais imunda e esquecida do planeta, afinal eu queria muito ter alguém que eu realmente gostasse ou me atraísse para dar um presente.  Eu nunca tive isso! Dia dos namorado para mim é um dia de passar vergonha pois as pessoas nesse dia conseguem perceber que eu sou sozinho. Por tudo isso eu acabo não tendo vontade de crescer na vida, não tenho vontade de estudar pois eu sei que nas faculdades terão vários caras que irão me despertar uma paixão maldita e eu não poderei fazer absolutamente nada a não ser engolir seco. Então eu acabo compensando na alimentação o prazer que eu não tenho na vida, fico comendo doces e tomando refrigerante.

 

Então qual a solução para gays que gostam de hetero?
Bom, vou ser prático, curto e grosso: a única solução efetiva é o óbito. As outras “soluções” mantem o problema crônico apenas. Uma delas é se masturbar por um grande número de pessoas por um curto espaço de tempo, embora as vezes a paixão seja tão forte que sobreponha os desejos sexuais conscientes, a masturbação serve como um analgésico para nós. Outra solução é aderir ao comportamento dos psicopatas:
ficar indiferente às necessidades dos outros e se deliciar com a desgraça das pessoas fazendo humor disso, isso serve como uma blindagem que pode lhe fazer esquecer um pouco disso. Outra coisa que pode ajudar é evitar falar o nome das pessoas que se gosta e apenas se pensar em sexo predatório para a sua necessidade fisiológica e mais nada. Eu aprendi nesses anos que a pior coisa para a atração por caras héteros é ficar falando neles. Isso faz a paixão crescer e se multiplicar. Você pode também transferir a sua paixão para uma figura inalcançável como um ator americano de sucesso ou uma pessoa bilionária, afinal você nunca irá ter a oportunidade de se dar mal com ela mesmo.
Evite declarar a sua paixão a um heterossexual, muitas amigas por aí adoram nos incentivarem a nos declarar romanticamente os nossos sentimentos aos homens que gostamos, elas acham que assim como elas são desejadas por portarem um órgão sexual chamado buceta, nós também seremos, mulheres geralmente não sabem o que é rejeição nos níveis que os homossexuais são expostos diariamente, daí então elas acham que é só nós gays chegarmos no cara que gostamos, tudo num passe de mágica se resolverá e todos viverão felizes para sempre assim como acontece nos finais de novelas da TV Globo. Bom, lamento mas a vida homossexual não é assim, eu falo por experiência própria: homens heterossexuais , principalmente os mais jovens são extremamente inseguros quanto à sua própria sexualidade, salvo raríssimas exceções, por mais bonzinho e educado que um cara heterossexual pareça, ele reagirá de forma muito violenta e hostil à uma declaração de amor vinda de um homossexual. Se o rapaz for latino, brasileiro, islâmico ou russo as chances de você colar a sua vida em risco fazendo isso, são altas! Portanto evite conselhos de amigas, mulheres desde cedo são assediadas, muitas vivem uma situação diametralmente oposta à nossa a ponto de ficarem apavoradas e pensando o tempo todo como se prevenirem contra o estupro, outras abominam cantadas e outras têm sexo e namorado mas exigem um casamento, ou seja, a vida das mulheres é muito diferente da nossa, elas acham que os machos serão compreensivos conosco assim como eles são com elas. Não se engane!
O homem heterossexual comum geralmente é extremado, impulsivo e odeia homossexuais, por tanto, evite-os se eles forem atraentes a você. Vamos fazer a nossas pequenas atividades e esperar a morte, afinal o que não tem solução, solucionado está.
Tudo passa!

3 thoughts on “Sou gay e gosto do amigo heterossexual. Na verdade eu só gosto de heterossexual!”

  1. AiAi VC falando lembrei de um cara hetero q gostei muito, ele me fez sofrer tanto, eu ate me declarei a ele mas não teve jeito😭 disse q entre nois dois só amizade…

    Tbm não gosto de gays efeminados, já basta eu ser meio efeminado queria um hetero lindo na minha vida, queria tanto morrer😭

  2. Quanto drama. Vc deve ter algum transtorno psicologico.

    Nao vi a data da publicacao do texto, mas esse assunto nao é tao indiscutivel na interner, na verdade eu ja to ate saturado. Eu acho que vc se equivocou bastantr, sua atracao é por homens heteronormativos, nao por heteros. Hetero é quem so sente atracao pelo sexo oposto e vc n pode simplesmente mudar o sentido da palavra.
    Obviamente a maioria esmagadora dos homens que tem comportamento heteromormativo sao heteros(por isso que essas caracteristicas sao chamadas assim ne), e consequentemente as pessoas com essas caracteristicas sao julgadas generalizadas como heteros, e do contrario sao gays. Mas nao é sempre que isso está correto, existe sim muitos gays ou bis com todas as caracteristicas heteronormativas e que ninguem desconfiaria ser gay/bi. Essa sua presunçao de afirmar que tem certeza absoluta que fulano é hetero, é pura ingenuidade.

    Eu posso estar enganado, mas vc parece ser um gay afeminado que vive numa bolha lgbt, nao tem muito contato com “os heteros”.
    Eu sou heteronormativo, os ambientes que eu convivo sao todos “de heteros”. E da pra confar nos dedos, mas eu ja consegui tirar a prova em alguns casos. Geralmente sao bissexuais que quase só com mulheres e pra ficar com outro homem é todo um processo demorado de ter que ter confiança e intimidade pra inciar um flerte muito discreto quase sempre com outros caras “heteros”.
    Acho que vc nao quer admitir pra si mesmo pq gosta de nutrir essa fantasia mas tambem existem aqueles caras que vc nunca saberia que sao gays se eles nao falassem, mas sao assumidos.
    Claro eu to falando de excecoes, a maioria esmagadora dos gays sao afeminados. Uma coisa q eu vejo muito é gay que acha que nao dá pinta mas dá.

    Enfim se o caso fosse atracao ppr heteronormativos, pra mim taria mais de boa pq apesar de poucos eu ja tive algumas oportunidades. Mas eu realmente so me atraio por HETEROS de verdade. Se eu desconfiar que ele sente alguma atracao por homem, eu nao consigo mais admirar aquela pessoa e sentir vontade de te-lo. Um hetero pode ter uma relacao homo, mas isso é quase impossivel. Teria que ter algum motivo pra isso acontecer. Dinheiro?
    Se for motivacao por atracao sexual, ele nao é 100% hetero.

    Pra quem curtr de gay encubado com jeito de macho hetero, vou dar uma dica que funciona: Encara, abaixa o olhar pro proprio penis e da uma pegada. Claro que faça isso discretamente e de forma natural pra que as pessoas ao redor nao percebam. Se for hetero mesmo ele n vai te bater por isso, vai so ficar desconfiado da sua intencao e te ignorar, se for um gay encubado ele pode dar um sinal de reciprocidade(se ele tbm tiver afim e n tiver medo)

    1. Se isso que você falou for verdade, como explicar então que em mais de 50 anos todo cara que eu gostei ou que me atraiu, não me correspondeu?
      Outra coisa: eu não quero ter que pegar no meu genital pra atrair alguém, mesmo porque, o público que se sente atraído por quem pega no próprio pau, gays e mulheres eu já atraio bastante infelizmente, imagine então se eu fazer o papel nojento de macho. Não sei se você notou, mas por dentro eu sou uma MULHER e heterossexual.

Deixe uma resposta para leo silva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *