Meu sucesso fake no Tinder me espantou !

Nos dias de sábado, não sei por qual motivo eu fico com muita vontade de fazer sexo, mas aí me bate uma tristeza no peito por lembrar que a minha condição corpórea, a sociedade e o planeta no português claro,  não permitem que eu dê pra quem eu tenho vontade de dar. Simples assim.

Se eu quiser dar vazão às minhas necessidades sexuais ou eu me masturbo na sessão hetero do xvideos ou eu me forço a sair com uma mulher com aqueles peitos e bunda molengas que parecem um colchão morno de água ambulante e tremulo ou me contentando em sair com uma gay mais mulher que eu fazendo de conta que é macho só pra me agradar. Infelizmente são essas as possibilidades pra mim. Então o que me resta é criar um alterego.

Criar um alterego com uma foto de uma vagabunda de site pornô é tentador mas igualmente perigoso pois eu posso levar um processo nas costas por isso, alem do mais, os machos vão ficar pedindo várias fotos iguais dela para eu provar que sou a gostosinha da foto, mesmo assim, se eu provasse, eles não satisfeitos iriam querer ver a minha câmera.

Pois bem, a gay infeliz aqui teve uma ideia homossexual arrojada: criar um perfil de vagabunda com a própria cara. Usei um aplicativo desses de deepfake que mudam a sua cara e fiz justiça no mundo virtual: nascei como eu realmente queria ter nascido, uma mulher com cara de bem vadiona mesmo, o aplicativo suavizou os meus malditos traços masculinos que essa merda de reencarnação me enfiou goela abaixo, pronto! Voilà! Em poucos minutos eu tinha o meu álbum de menininha puta no celular, e o que é melhor, com a minha cara mesmo, o que colabora para a minha autoestima abaladíssima melhorar ou piorar de vez, afinal de contas, de certa maneira, eu estava dando cara para saber se realmente nenhum ser masculino no cosmos gosta de mim como eu venho mostrando nesse blog de depressões.

Pois bem, criei um perfil de vagabunda no Tinder, coloquei no meu perfil o que realmente eu quero e o que realmente eu gosto, sem ter aquela coisa humilhante de aplicativo gay onde você coloca tua cara lá já sabendo que não vai dar em porra nenhuma, só ‘quebração de louça’ e ‘gol contra’. Urg!
Saí no Tinder escolhendo os caras que eu aprovei, me senti uma criança que saiu pela primeira vez para conhecer o parque de diversões hetero, não fiz média, nem dei ‘coraçãozinho’ por pena ou falta de coisa melhor como a gente faz nos apps gays, dei ‘coraçãozinho’ só pra quem me dava vontade violenta de dar! Quem não dava, eu ignorava e pronto!

Me espantei, parecia que eu subvertia todas as leis da física do universo que antes me barravam, quase como num ato de vingança saborosa, era como eu sabotasse um grande sistema moderno projetado para me boicotar, me senti um hacker das leis cósmicas que imperam nesse planeta sujo. De repente eu recebia o meu PRIMEIRO match no Tinder de um japonês tesudo com uns 19 anos, ele lutava pela minha atenção, muito diferente do mundo gay onde ninguém tá nem aí pro outro: no mundo gay se o outro não te dá trela, você nem liga, afinal nem você no fundo queria aquilo mesmo, mas no mundo hetero é diferente, o cara luta para lhe meter a pica o tempo todo, ele se esforça para conseguir o que quer e até algumas vezes acaba virando noticia policial por isso. Eu que a vida toda fui sendo escorraçado, humilhado, desprezado por todo mundo que eu gostei, da minha infância, até a minha velhice atual, sempre dando murro em ponta de faca, de repente estava ali, com um japinha gostoso querendo me pegar insistentemente, mesmo eu falando a minha real idade, descobri que hetero novo gosta de mulher veia! Olha que fartura!

Bom, mau eu estava me deliciando instigando o japinha, já recebi um segundo match no Tinder abençoado por ‘deus’. Gente, a gay desprezada aqui ficou perplexa! Será que as leis da física estão indo por água abaixo? Será que a matrix está acabando? Será que é um sonho? Em poucos minutos um jovem de 21 anos, com nacionalidade brasileira e portuguesa e JOGADOR DE FUTEBOL, loirinho, com topete, tesudo e com cara de quem não vale um güebo (do jeito que eu gosto) me deu match me dizendo que adorou o meu  perfil, ele me disse que adorava gente direta, eu disse a ele que eu era tão direta que no outro dia ele teria vergonha de me olhar na cara de tanta sacanagem que iria falar com ele. Ficamos falando de putaria e ele me contou que certa vez estudava num colégio onde a professora dele tinha um filho que estava também na mesma sala que a dele, ele, sendo menor, se envolveu com essa professora mesmo sendo colega do filho dela , ele disse que tinha várias relações sexuais com ela na escada e em outros locais sem o filho dela saber. Eu falei: olha que filho da puta!
Esse cara é realmente heterossexual, nada de ligar para os outros como é no mundo gay, o infeliz come mesmo e não tá nem aí. Nossa! Fiquei louco por esse cara! Tanto é que nem falei no momento com o japinha alegando que meu marido havia chegado.

Nossa! Eu fiquei com febre de tanto tesão naquele rapaz, falei tanta putice pra ele dizendo que eu gostava de apanhar, ser xingada e tratada feito uma vagabunda safada, eu falei que superaria em tudo a professora vagabunda dele do passado, então ele se soltou, me falou várias barbaridades gostosas, ele falou que tinha um ‘defeito’ que o tornava ‘infeliz’, as namoradas dele diziam que ele tinha o pau grosso demais, mandei ele vir pra mim e esquecer essas namoradas mimimi ingratas que choram de barriga cheia, ele então me falou muita putaria mesmo, mas adorei foi a parte onde ele mandou eu falar QUEM ERA MEU DONO! Nossa! Pirei! Eu disse a ele que meu dono era ele , então ele disse que ia arrebentar o meu C* sem pena, e queria vez se eu aguentava. E pior que os meus fetiches que eu tenho em caras(não tenho coragem de contar aqui), ele gostava de cumprir todos! Nossa!
Fiquei até quatro da manhã falando tanta putaria com esse cara que confesso que me masturbei e tive quatro orgasmos com ele. Eu gosto de gente mau caráter na sexualidade e ele era bem assim, eu dizia pra ele que ele tinha cara desses mauricinhos eleitores de Bolsonaro que não valem nada, aqueles carinhas que engravidam a namoradinha e depois foda-se ela com o filho pra lá, sei lá, pra sexo esse tipo me excita 100.000.000%. Depois o cara teve orgasmos com as putarias que eu falava e disse que como toda boa vagabunda ele iria me ignorar depois pois era isso que eu mereceu. Nossa! Amei! Na vida real eu acho que teria quebrado o quarto inteiro com aquele cara, queria quebrar a cama de tanto dar praquele vadio! De eternamente desprezado a amado(a) em poucos minutos, foi alucinante!

Depois no outro dia eu fiquei enjoado de pensar em sexo, nem homem na rua mais eu queria ver, tava pra lá de satisfeito. Sabe quando você abusa de um doce e depois fica enjoado só de ve-lo? Pois é, eu havia ficado enjoado de homem, foi tanta putaria com aquele rapaz que no outro dia eu estava temporariamente assexuado, me sentindo meio sujo, mas em paz. Eu até pensei que a minha homossexualidade estava eliminada, afinal eu olhava os homens na rua e pensava: sujos! eu sei do que vocês são capazes! Nem quero!  Mas infelizmente era algo temporário!

Depois de alguns dias fiquei levando Match atrás de Match, a pra mim que a vida toda fui desprezado de forma cavalar, aquela situação de um cara HETEROSSEXUAL ORIGINAL e exatamente do JEITO QUE EU GOSTO, sem tirar nem pôr, sem fazer esforço em gostar por ter pena, me foi tão excitante que só de eu ver alguém que eu gostava me dando um Match já era suficiente para me masturbar , eu nem trocava ideia com o cara, só de ve-lo dando em cima de mim, já me deixava extremamente excitado, afinal aquilo foge ao normal, é uma situação nova que em décadas jamais aconteceu comigo.
Uma coisa é você nascer rico (as mulheres heterossexuais) e não dar valor ao que tem por estar sobrando aos seus pés. Outra coisa é você surgir da miséria, tendo ficado sem o que comer, muitas vezes sem ter onde morar, de repente ganhar 48 milhões na MEGA-SENA para usar como quiser, a sensação é muito mais forte, é algo que pode até lhe enlouquecer!  Quando eu olho a foto do cara que me deu Match, já tenho um orgasmo, nem preciso puxar assunto com ele!

Ontem eu recebi um Match que também me deixou transtornado, o cara aparenta uns 25 anos, loirinho, bonito, másculo, MILITAR, COM FARDA, só de olhar aquele cara eu já salivo, ele tem uma cara de mau que me atrai sexualmente muito, mas no olhar dele tem uma coisa que me lembra a morte, eu vejo a morte no olhar daquele cara, pode ser bobeira minha, mas eu sinto algo incrivelmente doentio e maléfico no olhar desse militar mas ele me atrai muito, muito! A minha vontade é de ficar chupando ele da meia noite até as seis horas da manhã, mesmo que ele estivesse suado.  Até agora ele está aqui no meu Tinder, fico me deliciando olhando aquele cara. Nossa! É muito delicioso você ter um time de futebol cheio de machos todos somente para você, e o melhor, machos de verdade e não essas gays ativas de cabelo curto que dizem ser héteros, forçando a barra, heteros ting ling ling, só se for!

Com isso tudo eu fico pensando: Nossa! O problema é apenas o meu corpo. O meu gênio até que os caras gostam, o problema é a casca que é o meu corpo. Infelizmente não existe amor pelo visto, existe apenas atração pela embalagem e nada mais. Mesmo que o meu conteúdo eles gostem, eu sou mesmo é desejado/desprezado pela minha ’embalagem’.  Por isso que cada vez mais eu acho a vida uma ilusão e a sexualidade uma forma de ficar prezo a ela. O hetero parece que é programado para se reproduzir e povoar o mundo, por isso eles são escravos desse instinto.

 

OBSERVAÇÕES FINAIS:
Bom, eu quero dizer aqui que as fotos mostradas aqui são todas ilustrativas.
Eu não mostraria foto de ninguém que eu fiz putaria na internet.
As fotos eu que eu me fiz de mulher foram feitas num app a muito
tempo atrás, nem lembro mais qual foi, só sei que eu guardei pra me
divertir.

 

 

 

1 thought on “Meu sucesso fake no Tinder me espantou !”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *