Eduardo Purkote é o hetero tesudo que eu sempre dei em cima

Eduardo Purkote é um gato, lindo e tesudo, estilo mauzão, eu sempre me apaixonei por caras assim no colégio
Se tem um hetero que simboliza o tipo de homem pelo qual eu me atraio muito é esse é Eduardo Purkote, eita cara tesudo que só de olhar eu já tenho vontade de chupar até o dia amanhecer. Ele é tipo aquele Diego lá de Vila Mariana que eu contei: bem másculo, cara de doido, hetero e não tem nada desses gays que os gays convencionais gostam.

Eduardo Purkote é aquele cara todo viadinho vê na escola e tem vontade de se matar por ele porque sabe que ele nunca vai te dar a mínima atenção.

Eduardo Purkote é aquele cara que agente fica todo feliz ao ver no ambiente de trabalho, o verdeiro crush velado de todos nós falidos sexuais, aquele que hoje você olha, amanhã você força uma amizade, depois você quer ir na casa dele e um desastroso dia, não aguentando mais de tanta paixão, você vai lá e se declara pra ele e leva
UM BAITA FORA E AINDA APANHA!

Já adianto por experiência própria que todo rapaz bonito assim é cruel e mal, não mexam com tipos assim se não quiserem ter sérias complicações! Mas eu sei, é difícil não  se insinuar para um macho hetero tão cheio de testosterona como Eduardo Purkote.

Eduardo Purkote é aquele cara que você que acredita em vidas passadas acha que ele foi seu macho em outras vidas, as vezes eu acho que todo mundo que me assassinou em vidas passadas me dá tesão e paixão nessa! Nossa! Eduardo Purkote é aquele cara que você tem vontade de cheirar, chupar até não poder mais! Eu adoro caras como Eduardo quando estão de tênis, nós gays, não sabemos o motivo, mas adoramos homens com tênis, da mesma forma que homens heteros amam mulheres com salto alto de puta. Adoraria chupar Eduardo Purkote freneticamente, feito uma centrifuga , o pau dele, depois tirar o tênis dele e chupar o dedão do pé, depois xingá-lo bastante. Mas o perigoso é que tipinhos assim me fazem me apaixonar rapidamente. Ele é muito hetero! Sempre que eu falo de heteros nesse blog eu me refiro a caras como ele. Aquele cara que mesmo sem tomar banho e suado, você cheira mesmo e gosta!

Ao mesmo tempo Eduardo Purkote faz o meu coração brilhar de alegria, dá vontade de chupar a saliva dele e cheirá-lo.  Até mal arrumado ele é tesudo. Eu adoro esses caras tranqueiras que ficam fazendo esses gestos diabólicos com as mãos, adoro cara que fez gestos assim e que são heteros tesudos como Pukorte. Isso mostra que ele deve fazer um sexo alucinante.

Eu queria fazer sexo olhando nos olhos dele! Oh, como a vida é ruim, podre e desgraçada por eu não ter uma buceta para esse rapaz me penetrar violentamente me dando litros e mais litros de fluxo seminal. Eu quero ser estuprado por Eduardo Purkote, quero ver o suor dele pingando em mim enquanto me deflora na cama como se eu fosse aquela menina do filme O Exorcista, possuída pelo demônio! Eu adoraria ter um rapaz assim apaixonado por mim querendo me comer todos os dias feito uma vadia! Aí sim essa minha suposta reencarnação teria valido a pena.

Eduardo Purkote é tipo aqueles caras do bairro de  Vila Mariana em São paulo: bonito, classe média e de vida afetiva exuberante, é aquele cara pelo qual você se apaixona na escola e acaba se suicidando porque ele te despreza, o Yuri e o Diego que eu já falei aqui, era tipo ele.

É por isso que eu odeio ser gay: me sentir satisfeito afetivamente só por quem certamente me detestaria.
Esses caras assim geralmente são bolsonaristas e homofóbicos ao extremo, tenho até medo de passar perto.

Vamos levantar a hashtag: #EduardoPurkoteBoyMagia !!!

5 thoughts on “Eduardo Purkote é o hetero tesudo que eu sempre dei em cima”

  1. Fui pesquisar quem era. Surprise surprise, é suspeito de participar em um assassinato. Tá vendo como isso é sério? Já falei antes, e repito: você tem atração por gente má, de energia ruim, que transpira agressividade, violência, gente doente da cabeça e psicopatas. É sempre assim. Este negócio de gostar de tudo que não presta é um dos três grandes temas recorrentes no seu blog, e que chamam a atenção de qualquer leitor mesmo sem nenhum treinamento em psicologia/psiquiatria. Os outros dois temas recorrentes são o da mãe que transava com os seus amigos, e estas histórias do tempo de infância em geral. Não sei se vc se dá conta, mas é espantoso que um homem de 50 anos lembre dos acontecimentos de infância e do tempo de escola com tamanha frequência e fique relatando tudo neste nível de detalhe. De alguma forma você parou naquela época, e alguma coisa precisa ser trabalhada aí, para que você consiga sair deste impasse e comece a viver como um ser humano minimamente funcional. Por favor procure ajuda médica.

    1. Jonas, obrigado pela participação. É interessante antes de usarmos argumentos simplistas e maniqueístas para julgarmos alguém, usarmos a análise crítica mais profunda e que rompa com a demagogia estabelecida para evitarmos injustiças. Veja, você fez uma pesquisa rápida e simples na internet sobre o rapaz e já determinou a relação dele com gente de “energia” ruim e psicopata, já fez juízo de valor sobre alguém com uma simples pesquisa no Google, imagine então o que você deve achar de mim que tem um blog inteiro aberto na internet, não é?
      Mas por acaso você se deu ao trabalho de saber os detalhes do que ocorreu no caso? Você analisou o que poderia fazer uma pessoa fazer o que fez com o tal Daniel?
      Em primeiro lugar o tal jogador Daniel que todo mundo pinta como o coitadinho e vítima dos fatos, tinha sido levado pra casa do seu amigo, este ao ver a esposa do amigo e sua filha sozinhas no local, tratou logo de gravar audio no Whatsapp querendo sugestão do que fazer com as duas…
      Ele até cita que a “filha não tem namorado por perto”. Pra que citar que a menina não tem namorado por perto se a intenção não era sexual? É claro que ele não iria querer sugestões para ver se poderia fazer comida para elas, limpar a casa delas ou mesmo falar sobre Jesus com elas, era claro que ele se desabafara no Whatsapp com tom feliz pois acreditava que as duas eram um entretenimento sexual para ele. A calhordice chega a tanto que primeiro Daniel(o assassinado) manda uma mensagem no Whatsapp dizendo que queria fazer sexo com a mãe da moça, mesmo com o marido dela no local, depois manda a foto dele com ela na cama dizendo que já havia feito sexo com a mulher , a mulher na foto estava com rosto, não se sabe se de quem estava dormindo ou satisfeita…
      Ou seja, o amigo leva o cara pra casa e esse se gaba de querer pegar a mãe e a filha do amigo!
      Isso não é uma calhordice que despertaria ódio em qualquer um? Ainda por cima a porta estava trancada! Esse rapaz da foto acima no meu blog é acusado de ter arrombado a porta para acabar com a festinha particular do “santo” Daniel.
      E realmente, qualquer homem no lugar desse marido teria a vontade de fazer a mesma coisa, até mesmo eu se fosse hétero teria vontade de fazer isso. O marido agiu pelo calor da emoção e seu amigo no máximo se solidarizou com ele como fariam os amigos que se gostam. Por tanto, o rapaz que você demonizou, se realmente fez o que fez, ele agiu também pelo calor da emoção e da revolta, eles não calcularam a morte de ninguém até que se prove o contrário, mesmo porque eles não ganhariam nada com isso, ou seja, o rapaz pode ser qualificado de agressivo no máximo por ter arrombado a porta para o marido entrar mas não ruim e psicopata. Se ele fosse psicopata iria participar da suruba e ainda chamaria o amigo traído de corno na cara dele.
      Psicopatas não agem pelo calor da emoção em solidariedade a alguém.
      O psicopata nesse caso, só planejaria e executaria o crime se com isso ele ganhasse algo em troca. Pode perguntar a qualquer psiquiatra o que eu lhe disse acima sobre psicopatas, qualquer um irá confirmar o que eu afirmei.
      Em suma, a sua visão de “pessoa ruim” é muito simplista e sim, heterossexuais são sim mais agressivos do que homossexuais, a cultura latina impõe isso a eles, não enxergar isso é querer ver parcialmente as coisas.

    1. Nossa! Esse rapaz é realmente um gato hetero daqueles que me atraem, quando eu olho uma figura assim eu fico triste por saber que nunca se quer irei despertar interesse em uma pessoa assim.
      Vira e mexe eu vejo rapazes meio parecidos com ele, no meu serviço tem um, eu evito olhá-lo mas ele já percebeu…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *