Irrita

Existem alguns fatos recorrentes na condição de viado maldito que gosta de machos heterossexuais que me irrita.

    1. O cara chega e fala assim pra você: ah, como você pode gostar de heterossexuais? Se o heterossexual gostar de você ele passa a ser gay automaticamente e aí você não irá gostar de dele! Nossa! Que raciocínio idiota! Quando eu digo que gosto de heterossexuais eu estou querendo dizer que gosto de homens que tenham as características de um heterossexual, a personalidade de um heterossexual, o olhar de um heterossexual, as antas não entendem que na verdade o que me atrai no homem não é ele me falar que é hetero mas sim a personalidade dele que até hoje eu só encontrei em rapazes heteros: o olhar, o funcionamento, o andar, a forma de pensar, o jeito de se mexer! Até hoje eu só achei essas características malditas em homens heterossexuais, se por acaso existir algum gay que tenha todas as características do temperamento heterossexual, eu provavelmente irei gostar dele com tanto que ele não queira me dar a bunda!

 

    1. Outra coisa que me irrita muito são aquelas mulheres palpiteiras que olhando a sua situação dos gays querem logo dar todos os tipos de conselhos sem antes se porem no lugar deles, eu canso de escutar essas malditas me dizendo que na verdade eu quero um príncipe encantado e que o certo seria eu me casar com outra bicha sem graça igual a mim só pra eu dizer que eu tenho alguém.

 

    1. Uma outra coisa que me irrita: sempre que eu digo que eu estou apaixonado por um cara, sempre me perguntam imediatamente se ele é gay! Parece proposital! Que desgraça! Se eu gostasse de gay eu ficaria me olhando o tempo todo no espelho tentando dar a bunda pra mim mesmo. Deixa eu te explicar: eu gosto de MACHOS, homens de verdade e não bichas que se dizem ativas e que são barbadas.

 

    1. Os idiotas gozadores homofóbicos sempre me falam que eu posso ter alguém sim pois vários pais de família irrustidos querem dar o rabo  pra um cara igual a mim! Ora bolas! Eu não quero comer o rabo de ninguém! Dentro de mim existe uma mulher, uma puta, mesmo que eu me vista de homem, eu não quero comer ninguém, eu quero é dar! Eu quero ser a mulherzinha, a protegidinha, a putinha nas ocasiões mais íntimas. Entenderam?

 

    1. Essa mania de falar que todo viado dá e come me irrita, parece que é justamente para espantar os homens de nós, eu não quero comer ninguém, eu apenas quero dar, dar , dar e dar pra quem eu esteja afim de dar, assim como qualquer mulher faz. Eu quero saber o que é pegar num pinto, fazer ele gozar até no teto. Eu tenho vontade de vomitar quando me eu me imagino tentando comer o cu de outro homem ou mulher, isso me da nojo. Eu quero rola, não cu!

 

    1. Falam que a maior homofobia é praticada pelos próprios homossexuais pois eles não se aceitam, agora eu gostaria de saber se são os próprios homossexuais que batem nos homossexuais, que matam travestis e que proíbem uns aos outros de se casarem. Por acaso quando somos maltratados nas escolas desde tenra idade, são as crianças homossexuais que chegam a nós para nos lincharem na hora da saída nos colégios?

 

    1. Não quero só ter amizade, respeito e ser considerado um santo, quero ter o direito de que cobiçar as pessoas e também ser cobiçado, não quero só respeito. Respeito demais cansa. Quero ser assediado, amado e desejado como bicha ou mulher. Ser respeitado e apenas merecer pena das outras pessoas é uma maneira bonitinha de ser apenas um derrotado que ninguém quer.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *