No meu trabalho os homens vão pegar as suas mulheres de carro.

Eu quando estou saindo do meu trabalho (lugar onde heteros se relacionam sexualmente e eventualmente trabalham) ao chegar na saída eu canso de me deparar com os carros dos maridos das sortudas as esperando. Todo dia o marido/amante/namorado delas tá lá, firme e forte esperando a sortuda sair. É nessas horas que eu me comparo a elas e digo:
— MAS COMO EU SOU UM LIXO!

A ‘Boca de caçapa’ que engravidou do sujeitinho filho da puta que eu gostava tem o jatinho do macho à disposição dela, sem falar que as vezes ele lava a vagabunda pro trabalho dele no carro dele.

E eu? Quem fascinado por mim se acharia no dever de me oferecer transporte tendo em vista que as vezes eu dou sinal para o motorista do ônibus parar e algumas vezes ele nem para!
Claro! Eu sou o homossexual, o meu papel é apenas trabalhar, comer, dormir e dar conselhos para mulheres quando elas estão ‘solteiras’.

Mulheres reclamam que são assediadas mal compreendidas, traídas mas as leis são para favorece-las, os machos criam várias vantagens culturais para só para elas na desculpa delas serem mais fracas, tudo pra elas é mais frouxo, suave e belo, até mesmo as tais roupas ‘sociais’, mulher coloca qualquer trapo de ceda e já dizem que é roupa social…

Uma vez a minha gerente levou o seu marido na empresa para uma apresentação que estava tendo(essas confraternizações) , ela o chamou no palco junto com os seus filhos, se bobear essa gerente é mais nova que eu, eu senti tanta inveja! Dentro de mim quis chorar mas eu me segurei, afinal o que adianta chorar, chorar só funciona para chamar a atenção das pessoas para o seu sofrimento quando você é criança ou mulher, se você for homossexual, pode morrer de tanto chorar que ninguém liga.

Pois é, eu não tenho ninguém para me pegar de moto, bicicleta, carro, charrete ou skate na porta do trabalho, já essas mulheres têm tudo isso e ainda reclamam! Reclamam que são assediadas , traídas, desrespeitadas! Oh meu pai! Como essas mulheres mereciam nascer como um viado  para elas verem na pele o que é a dor silenciosa do  desprezo.
Realmente, eles estão no poder e eu no lixo da sociedade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *